Pesquisar notícia
sexta,
17 set 2021
PUB
Sociedade

Vila de Rei: Lagar regista bons indicadores na campanha de 2017

20/04/2018 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Foi apresentado, na reunião de Câmara de hoje, o relatório final da campanha de 2017 do Lagar de Vila de Rei, que registou um número máximo de kg de azeitona recebidos e de azeite produzido, naquele que foi o seu terceiro ano aberto ao público.

Segundo a informação do Município, ao longo da campanha de 2017, o Lagar de Vila de Rei registou a entrada de 1.445.891 quilos de azeitona, num aumento bastante significativo face aos 822.150 quilos de 2015 e aos 540.122 de 2016.

Toda a azeitona recebida em 2017 deu origem à produção de 216.045 litros de azeite, num novo máximo atingido pelo lagar de Vila de Rei (105.172 produzidos na campanha de 2015 e 67.495 em 2016). Estes valores resultam numa taxa de fundição média de 14,94%.

A campanha do Lagar de Vila de Rei registou neste ano uma receita de 95.470,16€ (entre serviço de moagem, venda de bagaço e venda de garrafões) e uma despesa corrente de 39.114,50€ (despesas com pessoal, energia, telecomunicações, alarme e videovigilância, materiais diversos, entre outros), resultando num resultado positivo de 67.305,01€, lê-se na mesma informação.

O presidente da Autarquia vilarregense, Ricardo Aires, afirmou que “apesar de ter sido um ano marcado por incêndios florestais que assolaram grande parte do território nacional, incluindo Vila de Rei e os concelhos limítrofes, destruindo também um número elevado de olivais, o Lagar de Vila de Rei conseguiu apresentar os seus melhores resultados de sempre”.

“Conseguimos atrair novos produtores, de vários pontos do país, graças aos equipamentos modernos e ecológicos que permitem a produção de um azeite de elevada qualidade. Estou em crer que o Lagar de Vila de Rei é já um importante marco no processo de dinamização da agricultura no nosso Concelho e espero que continue a servir de estímulo para que os nossos produtores se sintam motivados a tirar o máximo partido dos seus terrenos agrícolas”, fez notar.

O Município destaca ainda a captação de 430 novos clientes face aos anos anteriores. A grande maioria dos utilizadores do Lagar continua a ser do concelho de Vila de Rei (40,175), mas registou-se igualmente um aumento do número de produtores de outros concelhos, divididos por Proença-a-Nova, Sertã, Sardoal, Mação, Abrantes, Ferreira do Zêzere, Vila Velha de Ródão, Tomar, Oleiros, Crato, Castelo Branco, Setúbal, Entroncamento, Ponte de Sor e Portalegre.

 

*Entrevista a Ricardo Aires, presidente da Câmara Municipal, para ouvir nos serviços informativos da Antena Livre da próxima segunda-feira