Pesquisar notícia
segunda,
20 set 2021
PUB
Sociedade

TAGUS levou para Lisboa a Semana Santa de Sardoal e as Festas da Nª Srª da Boa Viagem Boa Viagem de Constância

15/03/2018 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O mau tempo que se fez sentir ontem não foi impedimento para a TAGUS - Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior promover uma ação promocional da Semana Santa de Sardoal e da Festa da Nossa Senhora da Boa Viagem de Constância, em pleno largo do Intendente, em Lisboa.

O espaço, que acolheu a ação que se desenvolveu ao longo do dia, foi a Loja do Intendente - Produtos e Territórios. O sítio tem a missão de criar uma montra dos territórios do interior do país em Lisboa e resulta da parceria de seis associações de Desenvolvimento Local, entre as quais a TAGUS.

No local, foi possível assistir à recriação de um tapete de flores naturais, como os que adornam o chão das igrejas e capelas de Sardoal durante a Páscoa, e à elaboração de um corredor de arcos com flores de papel, à semelhança dos que decoram as ruas da vila de Constância, durante a celebração em honra de Nª Srª da Boa Viagem.

Na ação promocional estiveram presentes duas produtoras e uma artesã abrantinas: Anabela Matias levou as velas feitas em cera de abelha para Lisboa, Maria João Santos mostrou o artesanato religioso e Elsa Cristóvão deliciou os presentes com as amêndoas de canela e de laranja também alusivas à Páscoa. As três abrantinas reconheceram a importância destas ações da TAGUS e referiram que têm contado com um “excelente” acompanhamento por parte da Associação, que convida habitualmente os produtores locais a mostrarem os seus produtos.

Anabela Matias, Maria João Santos e Elsa Cristóvão

Presente no momento, esteve Margarida Martins, presidente da Junta de Freguesia de Arroios e José Sá Fernandes, vereador da Câmara Municipal de Lisboa.

Em declarações à Antena Livre, o vereador salientou que “Lisboa tem a obrigação de ajudar a que se promovam estes os municípios [Sardoal e Constância], que são lindíssimos e que ficam relativamente perto de Lisboa. É nossa missão fazer tudo o que é possível para promover os outros, neste caso duas grandes festas: as festas de Constância, que contam com uma procissão belíssima nos rios e a festa da Quaresma no Sardoal, que não conheço, mas que já percebi que tenho de lá ir, pois deve ser lindíssima”, salientou.

Sérgio Oliveira, Miguel Borges, José Sá Fernandes e Conceição Pereira

José Sá Fernandes lembrou a requalificação que foi levada a cabo no largo do Intendente, onde se encontra a loja Produtos e Territórios, e avançou que é preciso fazer outro tipo de ações promocionais, que sejam coordenadas entre a Câmara Municipal de Lisboa e os municípios do Médio Tejo, “para que Lisboa possa promover os outros”.

Miguel Borges, presidente da Câmara Municipal de Sardoal, congratulou-se com a ação da TAGUS em levar até Lisboa uma das atrações da Semana Santa, no caso concreto a elaboração de um tapete de flores.

O autarca elogiou a loja e recordou que estas ações resultam de “um trabalho fantástico que foi a recuperação desta zona de Lisboa, que está lindíssima e que está aconselhável à visitação ao contrário do que acontecia há uns anos atrás”.

“É importante termos esta parceria para que as pessoas que nos visitam não fiquem só em Lisboa e que possam ir ao chamado interior e relembro o meu lema desde há muitos anos que “interioridade não é sinónimo de inferioridade”, afirmou Miguel Borges.

O presidente lembrou que “durante muitos anos as acessibilidades foram melhoradas” e que hoje Sardoal e Constância “estão a uma hora e uma meia de Lisboa”.

“É só uma questão de promovermos aquilo que de bom temos no nosso chamado interior (…) onde temos qualidade de vida e acontecimentos fantásticos, como é o caso da Semana Santa, um património cultural e imaterial que é importante dar a conhecer”, finalizou.

“Viemos à capital do nosso país mostrar o melhor que temos”

Por sua vez, Sérgio Oliveira, presidente da Câmara Municipal de Constância, salientou o propósito da sua deslocação a Lisboa e dos seus colaboradores, avançando que o trabalho de divulgação “nunca está totalmente feito”.

“Nós não podemos deixar de publicitar as festas do concelho, festas da Nossa Senhora da Boa Viagem e dizer que as festas este ano serão realizadas com base na tradição, mas com os olhos no futuro. Uma festa com toque de modernidade e de pensamento no futuro, mas que é fiel às tradições do nosso povo,” aludiu.

Referindo-se à elaboração do arco de flores, que foi realizado na loja do Intendente para ser apreciado pelos visitantes, Sérgio Oliveira disse que “é uma das principais atrações das festas do concelho, festas da Nossa Senhora da Boa Viagem. Um trabalho que resulta do envolvimento dos moradores, da comunidade, das associações e das coletividades e viemos à capital do nosso país mostrar o melhor que temos”.

Em representação da TAGUS, Conceição Pereira, técnica coordenadora, explicou que a Loja do Intendente, resulta da parceria de seis associações de Desenvolvimento Local e teve como objetivo “criar um canal de comercialização dos produtos locais dos pequenos produtores e artesãos. Foi criar um sítio e espaço em Lisboa onde as pessoas e o turista pudessem conhecer os produtos [locais]. Portanto, utilizamos esta metodologia que é uma excelente forma de comercialização”.

“Temos o propósito de continuar a dinamizar e a promover as ações dos nossos parceiros, neste caso do Município de Constância, Sardoal e Abrantes, mas também as próprias iniciativas da TAGUS com os nossos produtores e artesãos, porque faz todo o sentido que eles nos acompanhem nas várias iniciativas que fazemos “, fez notar.

“O turista quer ter experiências diferentes, quer conhecer Portugal e até mais, o Portugal regional”

Outro momento que norteou o dia em Lisboa foi o almoço servido com as iguarias mais típicas de algumas zonas do país, mas também a prova dos doces conventuais da região como a tigelada, de Sardoal, e os conventuais queijinhos do céu, emblemáticos de Constância.

Guilherme Miguez, responsável pela dinamização da loja, avançou à Antena Livre que a rentabilização do espaço está “a correr muito bem”.

“Nós iniciámos esta parceria em julho do ano passado e temos um modelo que é atrativo e diferenciador em que tentamos ter aqui 6 territórios de Portugal, com produtos de elevada qualidade, artesanais e que não estão à venda nas grandes superfícies comerciais. Isto tem gerado grande entusiamos, quer pela dinamização dos produtos em si, quer pelo restaurante, que está agregado, e que utiliza os produtos desses territórios”, explicou o responsável.

Guilherme Miguez vincou a ideia que “cada vez mais o turista quer ter experiências diferentes, quer conhecer Portugal e até mais o Portugal regional”.

A iniciativa, que decorreu ontem na Produtos e Territórios – Loja do Intendente, resulta da parceria de seis associações de Desenvolvimento Local (CoraNE - Terra Fria Transmontana, TERRAS DE SICÓ, PINHAL MAIOR - Pinhal Interior Sul, ADER-AL - Norte Alentejo, MONTE-ACE - Alentejo Central e TAGUS - Ribatejo Interior), que representam 38 municípios, de Bragança a Reguengos de Monsaraz.

O horário do espaço é o seguinte: das 11h00 às 23h00 de terça a quinta-feira. Sextas e sábados das 11h00 às 02h00 e aos domingos das 11h00 às 23h00. Está encerrado à segunda-feira

Joana Margarida Carvalho