Sardoal: Município assume Projeto Telecuidado

Sociedade 2018-11-29

Foi aprovado por unanimidade, esta quarta-feira, na reunião de Câmara Municipal de Sardoal, o "Projeto Telecuidado".

É uma iniciativa de teleassistência que tem como objetivo ajudar idosos carenciados e que vivem em situação de isolamento”, começou por explicar Miguel Borges, presidente do Município.

O presidente explicou à Antena Livre que este projeto consiste num "dispositivo em que a pessoa ao sentir-se mal, carrega num botão e esse mesmo botão aciona uma central e depois são acionados um conjunto de meios de proximidade".

O projeto já não é novidade no concelho, uma vez que houve uma tentativa de implementação desta iniciativa há cerca de três anos, mas "houve sempre alguma resistência por parte de algumas pessoas porque achavam que estavam a ser controladas”, referiu o autarca.

Entretanto, o CLDS – Contrato Local de Desenvolvimento Social de Sardoal – implementou esse projeto, que decorreu durante os últimos três anos. [O CLDS] terminou no final de setembro e agora não faz sentido irmos retirar os aparelhos às pessoas”, fez notar.

O que queremos é assumir a despesa [do projeto], através do apoio à Associação de Assistência Domiciliária que desenvolvia o CLDS em articulação com Município, para que as pessoas possam continuar a ter este serviço”, salientou Miguel Borges.

Neste momento, o Projeto Telecuidado conta com 10 utilizadores no concelho e o investimento do Município será de cerca de 160 euros por mês.

Nélio Dias