Pesquisar notícia
terça,
28 set 2021
PUB
Sociedade

Orçamento Participativo: Projetos vencedores em Alvega e Concavada, Rio de Moinhos, Abrantes e Tramagal

26/09/2018 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Os munícipes decidiram e elegeram os projetos que vão integrar o orçamento municipal para 2019, no âmbito do orçamento participativo (OP), cuja 3ª edição disponibilizou uma verba global de 350.000,00€, não podendo cada proposta ultrapassar o montante de 100.000,00€, de forma a que mais projetos pudessem ser aprovados de forma disseminada pelas várias freguesias do território.

A propostas mais votada foi a “Aquisição de veículo para transporte escolar na Freguesia de Alvega e Concavada”, apresentada por Vera Catarino, no montante de 30 mil euros, que contemplou 159 votos. Como também a proposta que prevê a “Valorização do espaço educativo exterior da Escola Básica Maria Lucília Moita” (UF Abrantes e Alferrarede), através da construção de um campo de minibasquete, baloiços e equipamentos de equilíbrio, com 90 mil euros alocados, apresentado por Rui Pereira e que também reuniu 159 votos.

Contemplado no OP de Abrantes está também o projeto “Fitness, Saúde e Bem-estar para todos na União de Freguesia de Alvega e Concavada”, da autoria de José Felício, envolvendo 15 mil euros, e que contou 158 votos.

A Implementação de um “Wall4Sports (espaço multidesportivo, com cobertura que pode ser utilizado tanto pela comunidade escolar como pela população) no Centro Escolar de Rio de Moinhos”, no montante de 80 mil euros, proposta por Rui André, e que totalizou 143 votos.

O "Melhoramento do espaço exterior e acessos à extensão de saúde e do Centro de Apoio a Idosos da freguesia de Rio de Moinhos”, com o valor de 28.905 euros, do proponente João André, que juntou 139 votos.

Por último, a “Requalificação do Largo dos Combatentes da Grande Guerra, em Tramagal”, apresentado por António Carvalho, com valor associado de 100 mil euros e que contemplou 111 votos.

No total, o montante para realização dos referidos projetos ascende a 343.905,00€.  Em nota de imprensa, explica o Município que de acordo com o regulamento, e verificando-se um saldo de 6.095,00€, tendo em conta os montantes apresentados nas restantes 12 propostas a votação, foram incluídas para execução dois projetos que se enquadravam dentro da verba definida.

Assim, está contemplado no OP de Abrantes a “Colocação de placas de Boas-Vindas ao Rossio ao Sul do Tejo, nas quatro entradas pelas Estradas Nacionais 2 e 118, com referência à Rota da EN2”, no montante de 2 mil euros, da autoria de António Morgado. Como também, a “Instalação de suportes para afixação de cartazes no espaço público, em pontos da localidade do Rossio ao Sul do Tejo”, para facilitar a comunicação entre as coletividades locais, orçamentado em 2 mil euros, cuja autora é Ana Ferreira.

Mais informa o Município que analisada a votação por freguesia, verificou-se que a freguesia com mais votantes foi a UF de Alvega e Concavada (21%), seguindo-se a freguesia de Rio de Moinhos (19%), a UF de Abrantes e Alferrarede e do Tramagal (ambas com 18%). As restantes apresentaram taxas de participação substancialmente mais baixas (entre 1% e 3%).

Na repartição de votos por género, verificou-se que, dos 1.282 votos, cerca de 52% foram de homens e 48% de mulheres. Já no escalão etário, o dos 35-65 anos foi o que mais participou na votação (57% dos votos), sendo que os restantes 43% repartiram-se pelos escalões etários dos 18-35 anos (20%) e mais de 65 anos (23%). Acresce ainda que cerca de 12% dos votos foram de cidadãos naturais de Abrantes, mas residentes noutros concelhos, que na presente edição passaram a poder votar nas propostas.

As propostas vencedoras serão implementadas pela CMA em parceria com Juntas de Freguesia e/ou outras entidades.