Pesquisar notícia
domingo,
19 set 2021
PUB
Sociedade

Mouriscas: CTT garantem entrega de correspondência nos próximos 3 meses – ATUALIZADA

16/05/2018 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

A Junta de Freguesia de Mouriscas emitiu, hoje, um comunicado na sua página de Facebook a dar conta que os CTT “garantem a entrega de correspondência nos próximos 3 meses, sem números de polícia” à população da localidade.

No comunicado, a Junta de Freguesia refere que “a população tem este espaço temporal [3 meses] para tratar das coisas e regularizar toda a documentação, de modo a que no futuro não hajam mais dissabores”.

Esclarece ainda que “os processos poderão ser tratados na Junta de Freguesia, a partir do dia de amanhã, ou na Câmara Municipal de Abrantes (CMA)” e que “o valor deste processo é tabelado pela CMA”. Tabela essa que é “igual para todas as freguesias, sendo que pessoas com dificuldades [financeiras] estão isentas” dos custos associados ao processo.

Por último, a Junta de Freguesia reforça que continuará, em conjunto com a CMA, a identificar as ruas que não têm nome e “corrigindo as demais situações para o processo ser global”, sendo que “este problema se arrasta há muitos anos”.

Recorde-se que ontem na reunião de Câmara de Abrantes, os vereadores da oposição, Armindo Silveira (BE) e Rui Santos (PSD), deixaram o alerta que a população de Mouriscas estava sem receber correspondência há já alguns dias.

Na sequencia da ocorrência, a Câmara Municipal de Abrantes solicitou uma reunião com os CTT, com caracter de urgência. A reunião realizou-se ontem, dia 16 de maio, no salão nobre dos Paços do Concelho.

Estiveram presentes o vereador da CMA, João Gomes, o presidente da Junta de Freguesia de Mouriscas, o chefe de Centro de Distribuição Postal de Abrantes e o diretor da área de distribuição e Logística dos distritos de Santarém, Castelo Branco e Portalegre.

Noticia relacionada:

https://www.antenalivre.pt/noticias/mouriscas-populacao-esta-sem-receber-correspondencia/