Pesquisar notícia
quarta,
29 set 2021
PUB
Sociedade

Mação recebeu reunião da UNESCO

8/03/2019 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Decorreu esta quinta-feira, 7 de março, em Mação uma reunião da UNESCO com 18 diretores de grandes programas internacionais de Humanidades, provenientes de quatro continentes, com o objetivo de preparar um novo programa mundial e para falar sobre a nova Cátedra da UNESCO de Humanidades e Gestão do Território atribuída ao IPT.

Não foi uma sessão aberta e não terá conclusões públicas de imediato mas, como refere Luiz Oosterbook, “a UNESCO decidiu criar vários programas, a partir deste ano, especificamente para o contributo das Humanidades na sociedade".

O Embaixador de Portugal na UNESCO, António Sampaio da Nóvoa, sublinhou que Portugal tem, neste momento, uma grande responsabilidade que é a vice-presidência do Conselho Executivo da UNESCO. Sampaio da Nóvoa explicou que Portugal vai apresentar duas grandes iniciativas em abril no Conselho Geral que se prendem exatamente com a construção de um novo grande relatório sobre o futuro da Educação, sendo que já foram feitos dois, um em 1972 por Edgar Taure e outro em 1996, por Jacques Delors. Portugal aguarda também a aprovação de um projeto sobre Open Science, de articulação entre a ciência e as questões sociais. Satisfeito, Sampaio da Nóvoa, referiu que a diretora geral da UNESCO lhe comunicou recentemente que quer assumir estes projetos.

Sobre a própria UNESCO, Sampaio da Nóvoa assumiu que a UNESCO "tem que perceber o que pode e não pode fazer, há um papel que é das Universidades e ao qual a UNESCO não se pode sobrepor, a sua função é mais normativa, é a de colocar certas questões de impacto na agenda", dar prioridade e assumir certas áreas.

Numa última questão sobre a reunião que decorreu em Mação, o Embaixador mostrou-se surpreendido e muito agrado dizendo que se conseguiu gerar "um fórum de ideias muito interessante pois na UNESCO e nas Universidades as reuniões são de carácter mais formal e fazem falta estes espaços de troca de ideias, pelo que Mação está realmente de parabéns".

Esta sexta-feira tem início o Seminário Internacional Apheleia que se prolonga até dia 15 de março.

Sampaio da Nóvoa