Pesquisar notícia
quarta,
29 set 2021
PUB
Sociedade

Mação: Ainda sem ninhos de vespa velutina detetados mas com mais de mil vespas capturadas

13/04/2021 às 16:11
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

A Câmara Municipal de Mação faz regularmente um ponto de situação da evolução da vespa velutina no concelho. O primeiro ninho de vespa asiática foi detetado em Mação em setembro de 2018. De imediato, a Câmara Municipal de Mação, “atenta a este grave problema que já afeta quase toda a Europa e pode por em causa a segurança e bem-estar da população e a viabilidade da fileira apícola”, procedeu de imediato à elaboração de um Plano de Intervenção Municipal, que inclui Plano de Contingência e metodologias de atuação, assim como a divulgação de informação pela população, através de folhetos, cartazes e notícias várias.

Após lhe ser ministrada formação específica, os Serviços de Proteção Civil Municipais procederam à destruição de 15 ninhos em 2018, 65 em 2019 e 45 em 2020, não tendo ainda sido nenhum ninho detetado neste primeiro trimestre de 2021.

Por outro lado, “apostando na prevenção, privilegiou-se a captura de vespas potenciais fundadoras de colónias na Primavera”, tendo sido colocadas 50 armadilhas em 2019, que capturaram 150 vespas asiáticas, e cerca de 600 em 2020, tendo sido recolhidas e destruídas 2.750 vespas.

Apesar de ser iniciada apenas no dia 19 de março a colocação de armadilhas no corrente ano de 2021, já foram capturadas mais de 1.000 vespas fundadoras por cerca de 300 armadilhas instaladas.

“Todo este esforço de prevenção e combate tem sido compensador, pois temos evitado a presença e destruição de centenas ou até milhares de ninhos, como tem sucedido em tantos Municípios do País. Certamente que, com a coordenação e esforço dos Serviços de Proteção Civil da Câmara Municipal e o empenho e colaboração de todos, reduziremos esta praga, que assumidamente se encontra sob controlo”, afirma o Município em mota de imprensa.

O QUE FAZER:

O Município deixa ainda o alerta à população para que, se se depararem com qualquer ninho de vespa, contactem de imediato a Câmara Municipal, Juntas de Freguesia ou a Melbandos, Cooperativa de Apicultores de Mação. Relembra que o contacto direto ou a mera aproximação de um ninho a menos de 5 metros pode desencadear uma resposta de grupo extremamente agressiva, podendo as vespas perseguir a fonte de ameaça durante mais de 500 metros, com consequências fatais.

Mais informações aqui: http://www.cm-macao.pt/.../83.../noticias/1045-vespa-2020