Incêndio noturno na Lapa (Sardoal) em resolução (C/ ÁUDIO E VÍDEO)

2020-09-12

O incêndio que deflagrou perto das 21 horas na zona da Lapa, próximo de Cabeça das Mós, no concelho de Sardoal, foi considerado em resolução cerca das 22:46.

Inicialmente a página da Proteção Civil colocou a indicação de que o fogo era em Entrevinhas, Sardoal, mas efetivamente ardeu nas encostas da zona de lazer da Lapa para a Barragem da Lapa.

Foi mais um fogo que começou já de noite como outros que têm surgido nesta zona e que causam muita apreensão ao presidente da Câmara Municipal de Sardoal Miguel Borges. De resto, hoje estava uma noite tropical, muito quente e com a humidade muito baixa, mas a sorte, mesmo assim, este do lado dos bombeiros, pois a ausência de vento fez com que as dificuldades iniciais, como seja a colocação de meios na cabeça de fogo tivesse sido complicada. Aliás, Nuno Morgado, comandante dos Bombeiros Municipais de Sardoal tentou chegar à cabeça de um incêndio com duas frentes ativas com viaturas mais ligeiras.

Às 22:36 o fogo estava dado como em resolução, com uma presença de mais de 150 operacionais no terreno, sendo que havia uma terceira projeção para o lado de Vale Formoso / Palhota que acabou por ser rapidamente resolvida pelos meios que estavam no terreno.

A Antena Livre sabe que a esta hora, 22:36 estavam ainda a ser mobilizados mais meios para este teatro de operações que teve o posto de comando montando nas proximidades da zona de lazer da Lapa, em Cabeça das Mós.

Este domingo o distrito de Santarém é um dos que vai estar em alerta vermelho, no que toca ao perigo de ocorrência de incêndios florestais. Miguel Borges diz que a noite vai ser longa e o dia vai continuar a ter os meios em pré-posicionamento, como estava previsto antes da ocorrência deste incêndio.

Miguel Borges, presidente da Câmara Municipal de Sardoal 

Imagens recolhidas cerca das 21:30 na zona da Lapa

Às 23:30 os focos de incêndio estavam em resolução. No primeiro, classificado como Entrevinhas, mas que efetivamente esteve a arder na zona da Lapa, contava ainda com 123 operacionais apoiados por 37 viaturas. O fogo em Vale Formoso, que começou às 22:17, a dois ou três quilómetros do primeiro, tinha a presença de 32 operacionais apoiados por sete viaturas.

Estava também a chegar ao teatro de operações uma máquina de rasto para participar nos trabalhos de rescaldo e consolidação da área ardida.

Esteve no local uma ambulância do INEM, de Sardoal, para prestar apoio a um bombeiro que necessitou de cuidados médicos por exaustão.

De referir que na localidade de Cabeça das Mós as pessoas voltaram a sair para a rua com preocupação, uma situação que começa a ser recorrente pois, este verão foi já a quarta vez que houve um incêndio naquela zona.