Pesquisar notícia
terça,
21 set 2021
PUB
Sociedade

Covid-19: GNR apoia cidadãos em confinamento obrigatório com entrega de bens essenciais

11/04/2020 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Os cidadãos que se encontram em confinamento obrigatório durante o período do estado de emergência podem recorrer ao apoio da GNR para a entrega de produtos alimentares ou medicamentos, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a Guarda Nacional Republicana (GNR) explica que o apoio prestado aos cidadãos sujeitos a confinamento obrigatório, no âmbito da covid-19, podem agora contar, além do apoio da Segurança Social, com o apoio da GNR, através do posto territorial mais próximo da sua residência, caso não tenham a quem recorrer.

Esta medida abrange “os doentes com covid-19, infetados com SARS-Cov2, ou todos aqueles a quem tenha sido determinada a vigilância ativa pelas autoridades de saúde e que obrigatoriamente devem permanecer isolados no seu domicílio”, lê-se na nota.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já provocou mais de 103 mil mortos e infetou mais de 1,7 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Dos casos de infeção, mais de 341 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registam-se 470 mortos, mais 35 do que na sexta-feira (+8%), e 15.987 casos de infeção confirmados, o que representa um aumento de 515 em relação a sexta-feira (+3,3%).

Dos infetados, 1.175 estão internados, 233 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 266 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde de 19 de março e até ao final do dia 17 de abril.

Lusa