Covid-19: Diocese de Santarém disponibiliza espaços para acolhimento de pessoas

Sociedade 2020-03-23

A diocese de Santarém disponibilizou o espaço da ex-Escola Superior de Educação em Torres Novas caso haja necessidade de espaços para acolhimento de pessoas, no âmbito da pandemia da covid-19, foi hoje anunciado.

Em comunicado colocado na página da diocese, o bispo de Santarém, José Traquina, afirma que esse espaço é colocado à disposição da proteção civil e do Centro Hospitalar do Médio Tejo.

Por outro lado, indica que as paróquias da diocese “poderão assumir disponibilidades existentes na sua área de jurisdição”.

Miguel Borges, presidente da Comissão Distrital da Proteção Civil de Santarém, disse à Lusa que todos os meios colocados à disposição “são bem-vindos”, agradecendo a “generosidade” das várias entidades que se têm disponibilizado para ajudar.

“O ideal seria que houvesse uma inversão da situação e não fosse necessário, mas manda a prudência e o bom senso que todos os meios sejam colocados à disposição em caso de necessidade”, acrescentou o também presidente da Câmara Municipal do Sardoal.

Segundo disse, foi pedido às várias entidades da região para colocarem sítios em reserva estratégica, para o caso de virem a ser necessários espaços para alojamento de profissionais que tenham estado em contacto com pessoas infetadas e que não quererão colocar em risco as suas famílias nem poderão estar no posto habitual de trabalho.

Por outro lado, pode vir a ser necessário encaminhar idosos que estejam em isolamento ou em habitações sem condições condignas.

O distrito de Santarém regista 33 casos confirmados de covid-19, 25 na Lezíria e oito no Médio Tejo, disse. Entretanto ficou à instantes a saber-se que há mais um caso no Médio Tejo, aumentando para nove e para 34 no distrito.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 341 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 15.100.

Em Portugal, há 23 mortes e 2.060 infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde.

Dos infetados, 201 estão internados, 47 dos quais em unidades de cuidados intensivos.

Portugal encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de quinta-feira e até às 23:59 de 02 de abril.

Lusa