Pesquisar notícia
segunda,
20 set 2021
PUB
Sociedade

Antena Livre 40 anos - "A tentação de fazer, o prazer de escutar"

11/02/2021 às 11:03
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Começo por felicitar os proprietários da Antena Livre, herdeira do legado da RAL- Rádio Antena Livre, a sua direção e todos os seus colaboradores. Num tempo em que qualquer um de nós faz a sua própria playlist musical e acede à informação com a maior das facilidades, manter no ativo uma rádio local é um ato de resistência que deve de ser sublinhado.

Recordo os fundadores da RAL, homens visionários, cidadãos à frente do seu tempo que inscreveram na história esta rádio local pioneira e dela fizeram uma referência à escala nacional. E os que se lhes seguiram, homens e mulheres, a maioria voluntários, que deram forma a conteúdos radiofónicos prestando um grande serviço à opinião pública.
É dessa cápsula do tempo que recordo programas de autor com grandes níveis de audiência e de participação. Programas de todos os géneros para todos os gostos. Estávamos na década de 80 do século passado, num tempo em que o país e o mundo chegavam a casa apenas através de dois canais de televisão, um número reduzido de rádios nacionais e a internet ainda era uma miragem.
É nesse passado histórico que a RAL se posicionou como o meio que transmitia os acontecimentos em tempo real. A RAL iniciou em Abrantes e na região a prática das Conferências de Imprensa, introduziu o culto das crónicas, deu vida às grandes reportagens sobre a atualidade na região, obrigou os políticos a prepararem-se para as entrevistas, promoveu históricos debates sobre temas emergentes para a região. Iniciou um novo paradigma do jornalismo e foi escola de várias gerações de Jornalistas.
É dessa escola que eu própria venho, com a honra e o privilégio de nela me ter formado profissionalmente. Fui para aprender e a RAL foi a minha escola. Aprendi com pessoas que me ensinaram o valor da ética, a objetividade e a olhar os acontecimentos para lá do óbvio. Sempre com autonomia e liberdade.
A magia da rádio não se perdeu, mas o mundo pula, avança e transforma-se. Hoje, o ouvinte quer outros conteúdos que não colidam com a panóplia da oferta digital. E é esse árduo trabalho que Antena Livre está a fazer, reposicionando-se para novos públicos, mas com a ambição de manter a informação de proximidade.
As comunidades estruturam-se à volta das suas instituições e a Antena Livre é uma marca de Abrantes e da região. Termino com um pedido à opinião pública: acarinhem-na e interajam com ela. O podcast dá-nos liberdade para ouvirmos o que mais gostamos, mas todos precisamos de vozes que nos façam companhia.
E viva a Rádio Antena Livre.

Fernanda Mendes

Ex-locutora e Jornalista, entre janeiro de 1988 a maio de 2001.