Abrantes: Professora que matou o marido é acusada de homicídio qualificado

Sociedade 2019-02-06
Casa onde ocorreu o homicídio
Casa onde ocorreu o homicídio

O Departamento de Investigação e Ação Penal encerrou, no dia 5 de fevereiro, o inquérito em curso na 1.ª secção do DIAP de Santarém relativo a crime de homicídio qualificado, tendo sido deduzida acusação quanto à arguida, presentemente em prisão preventiva.

No site da internet da Procuradoria da República da Comarca de Santarém, pode ler-se que “no termo da investigação, dirigida pelo Ministério Público em colaboração com a Polícia Judiciária, indicia-se que a arguida, professora do ensino básico com cerca de 43 anos, matou o respetivo marido, também professor, na residência de ambos, em Abrantes, no passado dia 16 de agosto”.

A acusação deixa nota da “atuação violenta, consumada por recurso a agressão com um martelo e uma faca, cuja intensidade provocou o falecimento da vítima no local”. A vítima tinha 51 anos.

O Ministério Público informa ainda que “irá iniciar-se o prazo para eventual abertura de instrução que, a não ser requerida, determinará a remessa do processo para julgamento com tribunal coletivo, em Santarém”.

O Ministério Público acompanha, igualmente, as providências judiciárias, em curso no Juízo de Família e Menores de Abrantes, relativamente aos dois filhos menores do casal.