Pesquisar notícia
segunda,
20 set 2021
PUB
Sociedade

Abrantes: Cruzamento da Av. António Farinha Pereira para Urbanização dos Telheiros vai ser melhorado (C/ÁUDIO)

25/08/2021 às 10:21
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

A Avenida António Farinha Pereira ou um dos troços da EN 2, em frente do McDonald’s vai, brevemente, entrar em obra para redefinição do cruzamento de acesso ao restaurante e à Urbanização dos telheiros.

De acordo com informação prestada pelo vereador da Câmara Municipal de Abrantes, João Gomes, o projeto de loteamento daquela zona, quando foi aprovado o projeto de construção do Intermarché, previa a construção de uma via de acesso à Urbanização dos Telheiros. E no que foi aprovado, na altura pela Câmara Municipal de Abrantes, o promotor [Intermarché], teria de encontrar uma alternativa porque a Câmara de Abrantes, no Plano de Urbanização, tinha previsto uma ligação da Avenida António Farinha Pereira à Urbanização dos Telheiros.

Como aquela avenida é uma das vias de maior movimento da cidade e está ainda sob alçada da Infraestruturas de Portugal a solução foi encontrada depois de várias reuniões entre o promotor do projeto, a autarquia e aquela entidade.

O que é que está em causa? O promotor da obra [a empresa proprietária do Intermarché] adquiriu um terreno entre a antiga escola primária de Alferrarede e o stand de automóveis F Gil para permitir fazer o cruzamento que vai reordenar a circulação automóvel naquela zona. Ou seja, será feita a redefinição da Rua José Saramago e a sua ligação à Avenida António Farinha Pereira.

E será feita a requalificação naquele troço que vai passar a ter passeios, que agora não existem, assim como a iluminação pública.

O vereador revelou que para esta intervenção o promotor teve de adquirir 885 metros quadrados de terreno que vão passar agora, depois da intervenção, para domínio público.

Ainda de acordo com o vereador João Gomes a intervenção poderá começar quando o promotor assim o entender, uma vez que é uma obra a ser executada totalmente pelo empreendedor privado.

João Gomes, vereador CM Abrantes

A intervenção, tal como estava definido, será feita pelo empresário e, depois da aprovação do projeto, pode ter inicio a qualquer momento depois dos procedimentos administrativos.

Imagem projeto CMA