Pesquisar notícia
quarta,
22 set 2021
PUB
Sociedade

Abrantes: Concurso Público aberto para espaço de restauração e quiosque no Largo 1º de Maio

3/05/2018 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

A Câmara Municipal de Abrantes, aprovou ontem, a abertura do Concurso Público para a cedência de exploração do espaço de restauração e o quiosque, sediados no Largo 1º de Maio, que se encontra em fase de obra.

O assunto foi ontem discutido na reunião de Câmara, tendo Armindo Silveira, vereador do BE, votado contra a abertura do concurso público para a cedência de exploração do espaço de restauração e bebidas.

“Votamos contra a este concurso, porque discordamos da opção de abrir ali um estabelecimento. Entendemos que irá fazer concorrência ao já debilitado comércio e restauração existentes no centro histórico”, explicou o vereador.

Armindo Silveira disse ainda que “o Largo 1º de Maio deverá ficar para a dinamização de grandes eventos sendo que não temos outro espaço com estas características. Recomendamos a anulação do Concurso Público e a demolição total do antigo posto de turismo”.

Em resposta, João Caseiro Gomes, vice-presidente da Câmara Municipal de Abrantes, avançou que “felizmente, nos últimos tempos, temos tido mais espaços a abrir [no centro histórico]. E ao que apurei os espaços, que têm vindo abrir, têm tido sucesso”.

O autarca referiu ainda que “o espaço de restauração, não vai impedir eventos de grande amplitude [no Largo 1º de Maio]. Toda a restante zona da praça vai ficar totalmente plana para permitir isso mesmo, que hajam ali eventos”.

“É mais uma aposta para o centro histórico e felizmente temos tido muitos interessados neste processo. Muitos têm sido os contactos de interessados para se instalarem naquele espaço, logo só pode ser uma boa aposta por parte do Município”, considerou o vice-presidente.

As normas e programa do Concurso Público vão ficar disponíveis brevemente no site da Câmara Municipal, sendo o dia 6 de junho a data limite para a receção de propostas.

A empreitada de requalificação do Largo 1º de Maio “pretende devolver este espaço central de boas vindas ao coração da cidade. Manterá a função de circulação automóvel e de estacionamento. Serão eliminados os elementos construídos em desníveis na zona central do espaço. O antigo edifício do posto de turismo será transformado em equipamento de restauração. Será formalizada uma praça de táxis coberta”, lê-se na informação do Município.