Treze distritos do continente com risco muito elevado de exposição aos raios UV

Saúde 2019-08-31

Treze distritos do continente, a ilha de São Miguel, nos Açores, e o arquipélago da Madeira apresentam hoje um risco muito elevado de exposição à radiação ultravioleta (UV), segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com a informação do IPMA, estão sob este aviso os distritos de Braga, Vila Real, Bragança, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Santarém, Lisboa, Évora, Setúbal, Beja e Faro.

Os distritos de Viana do Castelo, Coimbra e Leiria apresentam um risco elevado de exposição aos raios ultravioleta e os distritos do Porto e Aveiro um risco moderado.

O arquipélago da Madeira está com níveis muito elevados bem como a ilha de São Miguel no Açores.

As ilhas do Faial e das Flores, nos Açores, estão com risco elevado e a ilha terceira com riso moderado.

O índice ultravioleta varia entre um e dois, em que o risco de exposição à radiação UV é baixo, três a cinco (moderado), seis a sete (elevado), oito a dez (muito elevado) e superior a 11 (extremo).

Para as regiões com risco muito elevado e elevado, o IPMA recomenda a utilização de óculos de sol com filtro UV, chapéu, ‘t-shirt’, guarda-sol, protetor solar e evitar a exposição das crianças ao Sol.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 de cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando-se geralmente muito nublado no litoral oeste até final da manhã, nebulosidade que pode persistir em alguns locais da faixa costeira da região Centro ao longo do dia. Para os Açores, as previsões apontam para períodos de céu muito nublado com boas abertas e para a Madeira estão previstos períodos de céu muito nublado, tornando-se geralmente pouco nublado nas vertentes sul da ilha..

As temperaturas máximas previstas para hoje são de 29 graus Celsius em Lisboa e na Guarda, 25 em Viana do Castelo, 32 em Bragança e Faro, 36 em Évora, 35 em Beja e 26 em Faro e no Funchal e 27 em Ponta Delgada.

Lusa