MÉDIO TEJO: Secretário de Estado da Saúde anuncia recondução de Administração do CHMT

Saúde 2019-12-25

O Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) foi reconduzido para um novo mandato de três anos, anunciou ontem em Abrantes o secretário de Estado da Saúde, António Sales, durante uma visita aos utentes e profissionais daquele hospital.

"É com muita honra e orgulho que estou com o atual presidente do Conselho de Administração, Carlos Andrade Costa, que tem feito um excelente trabalho com a sua equipa no CHMT e seria mais do que normal esta recondução", disse António Sales, quando questionado sobre se confirmava a recondução do atual gestor e da sua equipa à frente daquele Centro Hospitalar, que agrega as unidades hospitalares de Abrantes, Tomar e Torres Novas, todas no distrito de Santarém.

António Sales escolheu o Hospital de Abrantes para "lanchar" com os profisionais que estão de serviço nestas épocas festivas. A escolha recaiu sobre Abrantes a convite de Carlos Andrade. O governante revelou que todos os anos escolhe uma unidade hospitalar para fazer esta visita de cortesia e "este ano calhou em Abrantes".

Já sobre as tão propaladas obras na urgência do hospital de Abrantes, o secretário de Estado afirmou levar "o recado" do presidente da Câmara de Abrantes, Manuel Jorge Valamentos, e do presidente do Concelho de Administração do Centro Hospitalar e revelou qualquer decisão será tomada no debate do Orçamento de Estado na especialidade da saúde, deixando no entendo a indicação que o setor vai er um grande reforço financeiro em 2020.

António Sales trouxe um bolo-rei para partilhar com toda a direção e administração do Centro Hospitalar, tendo depois efetuado uma visita a três áreas da unidade hospitalar de Abrantes, nomeadamente a urgência e a maternidade.

Carlos Andrade Costa também confirmou que aceitou o pedido de recondução da tutela, numa situação que vem igualmente ao encontro do pedido da Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo (CUSMT) à Ministra da Saúde no sentido da recondução do atual Conselho de Administração (CA) do CHMT, que termina o seu segundo mandato este mês de dezembro.

Carlos Andrade foi nomeado presidente do CA do CHMT em julho de 2014 para um mandato por três anos, tendo sido reconduzido em 2017 para um novo mandato de igual período temporal, que agora cessa.

Constituído pelas unidades hospitalares de Abrantes, Tomar e Torres Novas, separadas geograficamente entre si por cerca de 30 quilómetros, o CHMT funciona em regime de complementaridade de valências, abrangendo uma população na ordem dos 260 mil habitantes de 11 concelhos do Médio Tejo, no distrito de Santarém, Vila de Rei, de Castelo Branco, e ainda dos municípios de Gavião e Ponte de Sor, ambos de Portalegre.

Jerónimo Belo Jorge (com Lusa)

O secretário de Estado ficou a conhecer a atividade solidária da Academia Bi-Dom

O governante trouxe um bolo-rei para partilhar no "lanche de véspera de Natal"