Torreshopping inaugura espaço remodelado com concerto de David Antunes & The Midnight Band

Região 2020-01-28
Créditos: Hipersuper.pt
Créditos: Hipersuper.pt

O novo ano de 2020 é a data escolhida para o Torreshopping fechar o seu ciclo de renovação. Agora, com uma nova imagem e novos espaços, o centro comercial localizado na cidade de Torres Novas, prepara-se para oferecer aos seus visitantes um dia carregado de surpresas.

A inauguração do espaço agora remodelado vai ser assinalada no dia 31 de janeiro, sexta-feira, com um concerto de David Antunes & The Midnight Band.

Com entrada gratuita, o espetáculo vai acontecer às 19h00 no piso um do centro comercial.

Nas mudanças realizadas foram investidos 5 milhões de euros que se concretizaram em mudanças físicas em todos os pisos, com "áreas maiores, mais abertas, onde se incluiu ainda uma mudança no layout e de mais de 80% das lojas".

Mas há também novidades e, entre elas, está a aberura de novos espaços, como a Portugália, a Women’s Secret e a LPoint Footwear.

Um dos espaços mais intervencionados foi o foodcourt, agora com uma marca própria – a “Vila”. Este novo conceito de restauração conta com uma oferta gastronómica diversificada, num espaço em que vai também ser possível carregar telemóveis ou computadores.

Além da remodelação do espaço, o Torreshopping tem também um novo mote. “Por tudo e por nada” é a companha de comunicação que anuncia o rebranding do Torreshopping. Uma assinatura que, diz a entidade em comunicado, visa "reforçar o posicionamento do centro, agora ainda mais focado junto de todos aqueles que passam pelo centro todos os dias".

Joaquina Romão, manager do Torreshopping, explica que “esta remodelação vem posicionar o Torreshopping junto dos centros comerciais mais modernos, ficando na primeira linha do que é praticado em Portugal. Além das alterações que efetuamos em todas as zonas comuns, tornamos todo o centro mais moderno e com mais luz.”.

Já no que diz respeito ao novo logótipo, a entidade explica que tem como objetivo "reforçar o seu objetivo e ser parte da nova rotina de consumo e lazer na região" e, daí a "presença de elementos históricos presentes na Vila Cardílio, entre eles o Nó de Salomão".

"Trata-se de um logótipo que retrata a convergência das pessoas para o centro, com novas cores que remetem para um movimento contínuo, dinâmico e o novo ponto de encontro da região", acrescenta.