Tomar vai ter Centro Municipal de Marcha e Corrida

Região 2020-02-07

O concelho de Tomar vai ter um Centro Municipal de Marcha e Corrida.

A inauguração oficial vai acontecer no dia 27 de fevereiro, pelas 17h30, no Pavilhão Municipal Cidade de Tomar.

Esta iniciativa é conjunta do Município e da Federação Portuguesa de Atletismo e tem como objetivo "promover a prática de marcha e da corrida junto de todos os cidadãos, contribuindo para a melhoria dos seus níveis de saúde e para o combate aos hábitos de sedentarismo", conforme divulga o Município em comunicado.

O Centro Municipal de Marcha e Corrida vai estar centralizado no pavilhão municipal e vai ter três percursos sugeridos: a zona desportiva (percurso 1 - 1500 metros) e os caminhos da Charolinha (percurso 2 - 2000 metros) e da Cadeira d’El Rei (percurso 3 - 3000 metros), ambos na Mata dos Sete Montes.

 

De forma pioneira a nível nacional, a este projeto associa-se ainda o Agrupamento de Centros de Saúde do Médio Tejo, que irá disponibilizar um técnico fisioterapeuta para acompanhar as sessões matinais (segunda e quarta-feira das 9h30 às 11h00). À sexta-feira há uma sessão ao final do dia, das 18h30 às 20h00, acompanhada por um técnico do Município.

Informa a Câmara Municipal que o centro pode ser utilizado por qualquer pessoa, sendo que se destina primordialmente aos maiores de 14 anos, embora os menores desta idade possam igualmente utilizá-lo desde que acompanhados por um adulto. Os utentes terão direito, nomeadamente, a acompanhamento por técnicos qualificados, instalações e percursos certificados, programas de treino para todos os níveis e acompanhamento assistido do treino.

Os interessados devem inscrever-se em https://bit.ly/2H0dV56 ou contactar diretamente o Pavilhão Municipal Cidade de Tomar, sendo o custo de utilização de 10€ por época, incluindo seguro desportivo e acesso a parcerias e descontos, ações de formação e eventos desportivos e sociais exclusivos. Esta inscrição permite utilizar qualquer outro centro similar no país. No entanto, os percursos podem ser utilizados livremente por qualquer pessoa independentemente dessa inscrição.