SMA: Água não sobe, saneamento aumenta e resíduos sólidos ainda não se sabe

Região 2016-12-20

Foi aprovado em reunião de Câmara esta terça-feira o novo tarifário para 2017 no âmbito dos Serviços Municipalizados de Abrantes “e mais uma vez a água não vai aumentar o seu valor. É o quinto ano consecutivo em que os Serviços Municipalizados (SMA) não aumentam a tarifa da água”, afirmou Manuel Jorge Valamatos, presidente dos SMA.

“Compreendendo toda a situação socioeconómica, obriga-nos a otimizar os nossos recursos, quer humanos, quer de equipamentos, ao serviço da nossa comunidade. Por via disso, há aqui um esforço por parte dos Serviços Municipalizados porque a todo o tempo temos que construir novas canalizações, reparar canalizações antigas mas, apesar de tudo, estamos com esta vontade de não subir as tarifas da água”, explicou Manuel Jorge Valamatos.

No entanto, nem tudo são boas notícias. O presidente dos Serviços Municipalizados de Abrantes confirmou o aumento “de acordo com o contrato de concessão que temos com a Abrantáqua”, nas taxas de saneamento. “Para uma família média, no consumo de 10 metros cúbicos, isso vai-se refletir em cerca de 0,20 € de aumento”, explicou.

Relativamente aos resíduos sólidos urbanos, “neste momento, não há alteração nem aumento das taxas” mas, “é previsível que, de acordo com a proposta da gestão dos resíduos sólidos em alta, no âmbito das taxas propostas pela Valnor, que venha a existir um aumento” nessas tarifas.

Manuel Jorge Valamatos concluiu dizendo que, com o não aumento das tarifas da água, o concelho de Abrantes coloca-se, “no âmbito dos concelhos de Médio Tejo, numa posição de perfeito acordo com o que são os valores médios das tarifas da água, saneamento e resíduos sólidos urbanos”.