Novo presidente quer colocar Politécnico de Santarém ao serviço da região

Região 2018-09-11

O novo presidente do Instituto Politécnico de Santarém (IPS), José Mira Potes, elegeu hoje como prioridade colocar o IPS “ao serviço da região” e prometeu “medidas concretas” para responder aos desafios que se colocam à instituição.

Eleito no passado dia 19 de junho, José Mira Potes tomou hoje posse, deixando a direção da Escola Superior Agrária, uma das cinco unidades do IPS, substituindo Jorge Justino, que liderou o Politécnico de Santarém desde 1996, à exceção do mandato de 2006 a 2010.

Mira Potes quer que a instituição se envolva em planos e projetos de interesse regional, trabalhando com as empresas e as instituições, prometendo um Politécnico “proativo, empenhado e dinâmico” e capaz de melhorar as respostas institucionais junto de toda a comunidade académica.

Reconhecendo a necessidade de modernização e melhoria da eficiência organizacional, o presidente do IPSantarém realçou a escolha da nova administradora da instituição, Teresa Laureano (ex-administradora no ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa).

Na cerimónia tomaram ainda posse os vice-presidentes António Bordalo Pacheco (ex-diretor da Escola Superior de Educação) e João Moutão (que deixa a direção da Escola Superior de Desporto de Rio Maior).

José Mira Potes realçou a circunstância “inédita” de existir uma “consonância de objetivos” entre as cinco escolas que integram o IPS (Agrária, Educação, Desporto, Gestão e Saúde) e a capacidade de “gerar consensos amplos” que permitiram ultrapassar “divergências pontuais”.