Pesquisar notícia
sábado,
18 set 2021
PUB
Região

Médio Tejo com 12 novos infetados e 62 recuperados em Ourém (ATUALIZADA C/ÁUDIO)

9/03/2021 às 17:35
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O Médio Tejo soma, esta terça-feira, mais 12 novos infetados com Covid-19 elevando o total acumulado para 12 667 pessoas desde que começou a pandemia. Estes 12 casos estão reportados pela Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo, em Abrantes (8), Tomar (2) e Torres Novas (2).

Os oito casos de Abrantes estão localizados num grupo de cidadão residentes na freguesia de Mouriscas. São cidadãos de outra nacionalidade que estão alojados nesta localidade e que trabalham para uma empresa, da região de Castelo Branco, que faz trabalhos de limpeza na floresta. De acordo com o que a Antena Livre conseguiu apurar estes cidadãos estão confinados a fazer o processo de cura da infeção.

No relatório epidemiológico de hoje a saúde pública atualiza os números dos recuperamos com mais 62 pessoas que foram dadas como curadas da infeção provocada pelo SARS-Cov-2, todas no concelho de Ourém. Neste momento o número de recuperados no Médio Tejo é de 12 059 pessoas.

Já o número de óbitos mantém-se igual ao de ontem com um registo de 371 pessoas que morreram derivado à Covid-19.

O número de casos ativos no Médio Tejo tem vindo a decrescer, havendo um registo no dia de hoje, 9 de março, de 237 casos ativos.

No que diz respeito a vigilâncias ativas, ou seja, pessoas que têm de estar em confinamento porque contactaram diretamente com infetados o total de casos identificados pela autoridade de saúde pública é de 6 730, sendo que 6 649 já tiveram alta deste período de quarentena. O número de pessoas ainda em isolamento na região é o mais baixo dos últimos cinco meses com um registo de 83 casos em Abrantes (7), Alcanena (8), Constância (7), Entroncamento (8), Ferreira do Zêzere (4), Ourém (6), Sardoal (10), Tomar (9), Torres Novas (20) e Vila Nova da Barquinha (4). Mação continua, há quase uma semana, sem qualquer cidadão registado como tendo de fazer os 14 dias de isolamento profilático.

Os oito casos de Abrantes estão localizados num grupo de cidadãos residentes na freguesia de Mouriscas. São cidadãos de outra nacionalidade que estão alojados nesta localidade e que trabalham para uma empresa, da região de Castelo Branco, que faz trabalhos de limpeza na floresta. De acordo com o que a Antena Livre conseguiu apurar estes cidadãos estão confinados a fazer o processo de cura da infeção.

Maria dos Anjos Esperança, a coordenadora da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo explicou que estes casos de Abrantes estão perfeitamente localizados e contidos e que os números das últimas duas semanas são muito animadores.

Quanto ao desconfinamento a médica de saúde pública volta a deixar o alerta que não poderemos voltar à vida normal que tínhamos antes da pandemia. Ainda faltam meses para que Portugal conquiste a tão falada, e desejada, imunidade de grupo, mas mesmo aí tem de haver cautelas porque ainda há muito para estudar sobre o vírus.

Maria dos Anjos Esperança acredita que o plano de desconfinamento começará pelo comércio de rua, cabeleireiros, restauração e uma parte do ensino, nomeadamente com as crianças mais novas.

Maria dos Anjos Esperança, coordenadora da USPMT

O ACES Médio Tejo abrange a área territorial de 11 municípios com cerca de 235 mil utentes. Abrange as unidades de saúde de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Tomar, Torres Novas e Vila nova da Barquinha, numa área territorial de 2.706,10 Km's quadrados.