Pesquisar notícia
quarta,
29 set 2021
PUB
Região

Mapa de risco de contágio agravou nas últimas duas semanas

19/01/2021 às 14:39
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

A situação pandémica do país está a piorar a cada dia que passa, e o mapa de risco de contágio passou a estar quase todo a vermelho, entre os dois níveis mais elevados, que identifica os concelhos com 480 a 960 e mais de 960 novos casos por 100 mil habitantes, nos últimos 14 dias.
De referir que já era de esperar este agravamento na região que durante vários meses andou com números inferiores aquilo que era notório noutras regiões do país. Mas, neste momento, tanto a Lezíria como o Médio Tejo e o Alto Alentejo têm a maioria dos seus concelhos em níveis muito elevados.

Quando aos mapas de risco são, neste momento, um mero indicador da pandemia uma vez que temos todo o país com medidas de confinamento iguais para todo o território nacional.

Abrantes 623          
Alcanena 999          
Almeirim 1140          
Alpiarça 850          
Benavente 1160          
Cartaxo 470          
Chamusca 620          
Constância 794          
Coruhe 452          
Entroncamento 1039          
Ferreira do Zêzere 2463          
Mação 2266          
Ourém 1299          
Rio Maior 1487          
Salvaterra de Magos 770          
Santarém 1036          
Sardoal 294          
Tomar 1219          
Torres Novas 1214          
Vila Nova da Barquinha 710          
             
Avis 612          
Gavião 1195          
Mora 2320          
Nisa 3003          
Ponte de Sor 1047          
             
Oleiros 500          
Proença a Nova 206          
Sertã 1194          
Vila de Rei 181          
             
  Menos de 240 novos infetados por 100 mil habitantes          
  240 a 480 novos infetados por 100 mil habitantes          
  480 a 960 novos infetados por 100 mil habitantes          
  Mais 960 infetados por 100 mil habitantes          
             

Estes valores indicam a “Incidência Cumulativa a 14 dias de infeção por SARS-CoV-2/ COVID-19 corresponde ao quociente entre o número de novos casos confirmados nos 14 dias anteriores ao momento de análise e a população residente estimada, por concelho, a 31 de dezembro de 2019, pelo Instituto Nacional de Estatística, IP. Habitualmente é expressa em número de casos por 100 000 habitantes.

Um caso corresponde a um caso confirmado de infeção a SARS-CoV-2/ COVID-19 notificado no Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica (SINAVE), quer através de uma notificação laboratorial como de uma notificação clínica. As notificações laboratoriais, as notificações clínicas e os respetivos inquéritos epidemiológicos são unificados através do número de utente”.