IP investe 10 ME nos próximos 3 anos em empreitada de conservação na A23, IC10 e IP6

2020-05-19
DR: Antena Livre
DR: Antena Livre

A Infraestruturas de Portugal (IP) já deu início à empreitada de Conservação Corrente na A23, IC10 e IP6 e também Operação na A23, que se desenvolve nos distritos de Santarém e Leiria, nos concelhos de Santarém, Torres Novas, Entroncamento, Vila Nova da Barquinha, Tomar, Constância, Abrantes, Peniche e Óbidos.

Com um investimento de cerca de 10 milhões de euros, esta empreitada vai ser executada durante os próximos três anos, numa extensão total de 71 quilómetros.

Mais concretamente, em comunicado a IP explica que vão decorrer trabalhos nos seguintes lanços de vias: A23/IP6 - Torres Novas (A1) /Abrantes, numa extensão aproximada de 37 km; IP6 - Peniche /A8 (IC1), numa extensão de 18km; e também no IC10 - Santarém (A1) /Almeirim (incluindo a Ponte Salgueiro Maia), numa extensão de 16 km.

Diz a entidade que o objetivo desta empreitada passa por "assegurar um conjunto de intervenções que promova a Conservação Corrente / Manutenção de todos os componentes constituintes das vias e obras de arte que se integram esta empreitada", estando por isso previsto a execução de diversos tipos de trabalhos como, entre outros: trabalhos ao nível da conservação de pavimentos, com regularização e limpeza de bermas e valetas, travessias urbanas, órgãos de drenagem e sinalização;manutenção e estabilização de taludes e conservação da rede de vedação; e conservação de tuneis e obras de arte além de conservação da rede de iluminação pública.

Integram igualmente este contrato as Atividades de Operação, nomeadamente de Fiscalização da Rede e Assistência ao Utente na A23, entre Torres Novas (IP1) e Abrantes, em que será assegurando a Operação em permanência 24 sobe 24 horas, 365 dias por ano.