Pesquisar notícia
sexta,
24 set 2021
PUB
Região

IP avança com projeto de melhoria de cinco estações na Linha da Beira Baixa

14/12/2020 às 19:38
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

A Infraestruturas de Portugal (IP) vai avançar com um projeto de melhoria das condições de mobilidade e acesso dos utilizadores em cinco estações ferroviárias da Linha da Beira Baixa, todas no distrito de Santarém, anunciou hoje a empresa.

Em comunicado, a IP refere que o projeto que está a ser elaborado, contratado por um valor de 65 mil euros, "visa a implementação das soluções técnicas mais adequadas, tendo em consideração a legislação em vigor, na melhoria das condições de acessibilidade a pessoas com mobilidade reduzida", tendo adiantado que as estações que serão alvo de intervenções de beneficiação são as de Vila Nova da Barquinha, Santa Margarida (Constância), Tramagal, Alferrarede (Abrantes) e Alvega-Ortiga (Mação).

Complementarmente, acrescenta, "serão ainda consideradas intervenções que irão permitir melhorar o serviço prestado aos passageiros nestas estações", sendo que, das intervenções previstas consta o "alteamento das plataformas de passageiros de modo a facilitar aos passageiros a entrada e saída dos comboios" e "dotar os percursos pedonais, desde o exterior até às plataformas, das condições necessárias para garantir a plena acessibilidade".

Por outro lado, o projeto, cujo valor de obra não foi divulgado, vai incluir a "instalação de pavimentos táteis para encaminhamento de pessoas com deficiência visual, adaptar, completar ou substituir integralmente a sinalética de orientação e encaminhamento dos passageiros, a par da instalação de abrigos de passageiros nas plataformas", e "beneficiação geral dos sistemas e equipamentos de iluminação dos espaços".

A IP destaca ainda a "instalação de guardas nos topos das plataformas bem como em todas as zonas em que seja necessário reforçar a proteção contra quedas", a "pintura exterior dos edifícios de passageiros e outras construções", a "requalificação dos espaços intermodais (largos das estações)" e a "instalação de novo mobiliário urbano, como bancos, papeleiras e porta horários".

O projeto, contratado pelo valor de 65 mil euros, foi adjudicado no final do mês de novembro e está prevista a sua conclusão no terceiro trimestre de 2021, conclui.

Lusa