Incêndios: Aldeia da Sertã recebe fibra ótica após dois anos sem comunicações

Região 2019-08-31

A aldeia de Marinha de Vale do Carvalho, na Sertã, sem acesso a comunicações desde os incêndios de 2017, vai receber este sábado 31 de Agosto fibra ótica de última geração, a Altice Portugal.

Segundo a empresa de telecomunicações, a reposição do serviço universal de rede fixa era da responsabilidade da ANACOM - Autoridade Nacional de Comunicações e do operador NOS que, apesar das reivindicações dos habitantes e das cartas enviadas pelos autarcas da Sertã, “nunca responderam às missivas e solicitações, tendo deixado o problema por resolver durante dois anos”.

Neste âmbito, “a Altice Portugal não foi indiferente às dificuldades do concelho e, apesar de não ser o prestador de serviço universal de rede fixa, foi além das suas responsabilidades oferecendo soluções alternativas de comunicações”, afirmou a empresa, em informação enviada à agência Lusa.

Após uma reunião com a Câmara Municipal da Sertã, que se realizou em junho, o projeto da Altice de infraestruturação de fibra ótica de última geração foi “totalmente concluído em menos de dois meses”.

A cerimónia de inauguração da fibra ótica vai realizar-se no sábado, às 15:30, no Largo da Junta de Freguesia de Troviscal.

O investimento em infraestruturas de fibra ótica de última geração “permite desenvolver e facultar aos 26 habitantes desta pequena aldeia serviços diferenciadores assentes na máxima qualidade e confiança”, destacou a Altice.

Na sequência dos incêndios de 2017, a empresa investiu, a nível nacional, “mais de 20 milhões de euros, investimento esse que não só repôs grande parte das ligações como ainda substituiu o cobre por fibra ótica”, uma vez que se trata de “uma infraestrutura mais resiliente, mais rápida e que permite uma conectividade de maior qualidade, por todo o país”.

Este investimento estende-se, agora, à aldeia de Marinha Vale de Carvalho, reafirmando a aposta da empresa na igualdade de oportunidades e no acesso à tecnologia por partes dos portugueses.

O projeto desenvolvido na aldeia de Marinha de Vale do Carvalho está em linha com a estratégia da Altice para “fortalecimento de resiliência de infraestruturas fixas e móveis de nova geração nas localidades mais a interior do país”.

Em 25 de junho, o presidente da Câmara Municipal da Sertã, José Farinha Nunes, disse que a população da aldeia de Marinha de Vale do Carvalho, sem telefone e internet desde outubro de 2017, na sequência de um incêndio, aprovou uma solução para a reposição das telecomunicações, com a instalação de fibra ótica, “solução que vai ao encontro do que as pessoas pretendiam, que era terem comunicações de qualidade".

Lusa