Pesquisar notícia
sábado,
18 set 2021
PUB
Região

Empresa Celtejo com limitações de descargas no Tejo por mais 30 dias

5/03/2018 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O Ministério do Ambiente prolongou por mais 30 dias as restrições impostas à empresa Celtejo, em Vila Velha de Ródão, passando a redução do volume diário de descargas de efluentes no Tejo de 50% para 30%, foi hoje anunciado.

“As restrições às descargas na empresa Celtejo, de Vila Velha de Ródão, vão prolongar-se por mais 30 dias, sendo agora imposta uma redução de 30% do volume diário de efluente a rejeitar. Caso se registe um agravamento da qualidade da água do rio Tejo, a limitação pode regressar aos 50%”, indica um comunicado da tutela.

Em 05 de fevereiro, o Ministério do Ambiente tinha anunciado um primeiro prolongamento por 30 dias de todas as medidas provisórias impostas à empresa Celtejo, incluindo a redução de 50% do volume diário de descargas de efluentes no rio Tejo.

As medidas provisórias com vista à revisão do Título de Utilização dos Recursos Hídricos haviam sido determinadas inicialmente pela Agência Portuguesa do Ambiente em 26 de janeiro e fixadas por 30 dias.

“Tendo-se verificado uma melhoria das condições de laboração na Estação de Tratamento de Águas Residuais Industriais da empresa, durante o próximo mês a limitação do caudal passa para 30% do valor inscrito na licença inicial, ou seja, o caudal fica limitado a um valor máximo diário de 10.500 metros cúbicos/dia”, refere a nota hoje divulgada.

Lusa