Em dezembro o LINK chega a todo o Médio Tejo

2020-11-19

Dia 2 de dezembro marca o início de uma nova fase para o transporte público de passageiros na região do Médio Tejo.
O serviço LINK, do Transporte a Pedido, será alargado e vai abranger as 13 sedes de concelho do Médio Tejo.
Anteriormente, este serviço de transporte fazia a ligação entre as seis cidades do Médio Tejo: Abrantes, Entroncamento, Fátima, Ourém, Tomar e Torres Novas, passando agora a abranger as restantes sedes de concelho: Alcanena, Constância, Ferreira do Zêzere, Mação, Sertã, Sardoal, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha.
Segundo informação da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, “as novidades não ficam por aqui” pois, para além do alargamento geográfico, o LINK “vai funcionar aos fins de semana nas cidades do Médio Tejo e com horários ao longo do dia para dar resposta às necessidades de transporte existentes, como por exemplo, para deslocações por motivos de saúde, para acesso ao comércio e serviços, fins turísticos de lazer, entre outras”.
O LINK é um serviço de transporte público “que poderá ser uma boa solução para os estudantes do ensino regular e profissional, como também para os turistas que afluem à região e para a população em geral”.

Como funciona?
“É muito simples”. Para utilizar o LINK basta recorrer ao sistema de reservas, que são feitas através do número de telefone gratuito 800 209 226, de segunda a sexta-feira (exceto feriados), no horário das 9h00 às 15h00, do dia útil anterior ao que o cliente pretende viajar.
O cliente pode ainda efetuar a sua reserva, todos os dias da semana até às 15h00, através da plataforma de reservas online, em transporteapedido.mediotejo.pt/Reservas, sendo possível usufruir de 30% de desconto na aquisição de carteira de 10 bilhetes pré-comprados.
O LINK funciona a preço reduzido entre 3 e 4 euros para todas as ligações do Médio Tejo.
Este alargamento do serviço foi aprovado em Conselho Intermunicipal, sendo um projeto cofinanciado pelo Fundo Ambiental através do Programa de Apoio à Densificação e Reforço da Oferta de Transporte Público (PROTransP).
Com esta experiência piloto de implementação de solução experimental de transportes, a CIM do Médio Tejo pretende “favorecer a melhoria da mobilidade nas ligações entre as sedes de concelho do Médio Tejo, em complemento aos serviços existentes de transporte regular de passageiros, conferindo soluções vantajosas de transporte a todos os cidadãos”.