Pesquisar notícia
sábado,
18 set 2021
PUB
Região

COVID-19: Médio Tejo tem mais 31 casos ativos e aumentam vigilâncias ativas

22/08/2021 às 22:42
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

A Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo (USPMT) registou nas últimas 24 horas mais 31 casos de pessoas infetadas com SARS-CoV-2 na sua área territorial que engloba 11 concelhos.

Estes 31 novos casos positivos anotados pelos laboratórios, foram registados em Alcanena (6), Ferreira do Zêzere (2), Ourém (7), Sardoal (1), Tomar (1), Torres Novas (12) e Vila Nova da Barquinha (2).

O total de pessoas recuperadas da COVID-19 mantem-se em 13 808 e o número de óbitos também não sofreu alteração, havendo a lamentar 391 mortes na região devido à Covid-19.

Com esta atualização o número de casos ativos no Médio Tejo é este domingo, 22 de agosto, de 393 e estão localizados em Abrantes (36), Alcanena (53), Constância (4), Entroncamento (53), Ferreira do Zêzere (4), Mação (12), Ourém (86), Sardoal (7), Tomar (43), Torres Novas (85) e Vila Nova da Barquinha (10).

 

O número de pessoas que estão em confinamento por terem contactado com infetados, aumentou nas últimas 24 horas. No total, há na região 396 pessoas a quem foi decretada a quarentena pelo período de 14 dias e que devem ficar em isolamento em casa, ou seja, são mais 48 do que os números de ontem. Desde que começou a pandemia que a USPMT já decretou um total de 10 239 confinamentos e deu alta do isolamento a 9 827 pessoas.

As 396 pessoas em vigilância ativa este domingo, estão confinadas em Abrantes (30), Alcanena (58), Constância (2), Entroncamento (62), Ferreira do Zêzere (13), Mação (44), Ourém (52), Sardoal (11), Tomar (42), Torres Novas (64) e Vila Nova da Barquinha (18).

 

Portugal regista hoje nove mortes e 2.112 novos casos de infeção causadas pela covid-19 nas últimas 24 horas, assim como um aumento nos internamentos em enfermaria e nos cuidados intensivos, segundo dados oficiais.

De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), estão hoje internadas 708 pessoas, mais 27 do que no sábado, e, dessas, 152 estão nos cuidados intensivos, sendo mais sete do que no dia anterior.

O Norte é hoje a região com mais novos casos ativos (802) das últimas 24 horas, seguindo-se Lisboa e Vale do Tejo, com 657.

As mortes ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo (cinco) e nas regiões Norte (duas), Centro (uma) e Algarve (uma).