Covid-19: Os piores dias do Médio Tejo, são mais 101 infetados e dez recuperados (C/ÁUDIO)

2020-11-17

O Médio Tejo somou esta terça-feira, dia 17 de novembro, mais 101 casos positivos atingindo um total de 2155 infetados desde que começou a pandemia. De referir que o boletim epidemiológico de hoje não contabiliza qualquer nova infeção em Alcanena e há a indicação e que o total deste concelho tem 32 casos a menos, em relação ao dia de ontem, uma vez que houve uma contabilização e segundos testes num lar de idosos. Ora, nesse caso não são novos infetados, porquanto o concelho de Alcanena passa a ter um total de 215 infeções desde que começou a pandemia.
Quando ao dia de hoje o relatório epidemiológico da unidade de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde do Médio Tejo aponta os 101 casos positivos em Abrantes (2), Constância (1), Mação (4), Ourém (63), Sardoal (3), Tomar (15) e Torres Novas (13).

De referir que há no dia de hoje mais dez recuperados todos no concelho de Ourém. O total de recuperados aponta para 860 pessoas que estiveram infetadas e voltaram à sua vida normal.

Quanto a vigilâncias ativas são 832 pessoas que estão em confinamento por terem sido contactos diretos de infetados. Estas pessoas que devem ficar em isolamento em casa estão localizadas em Abrantes (125), Alcanena (74), Constância (44), Entroncamento (91), Ferreira do Zêzere (31), Mação (30), Ourém (170), Sardoal (44), Tomar (105), Torres Novas (95) e Vila Nova da Barquinha (23).

Maria dos Anjos Esperança disse à Antena Livre que este é o pior período da pandemia no Médio Tejo e que vai muito além dos surtos nos lares. Há muitos casos de transmissões comunitárias e esses contágios só estancam com o comportamento dos cidadãos. Por outro lado, está a haver um crescimento de casos na população estudantil com muitas turmas do Médio Tejo desde o pré-escolar ao secundário em confinamento, por existência de casos positivos. A coordenadora da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo deu como exemplo a Escola Santa Maria dos Olivais, em Tomar, que está com aulas em casa porque tem várias turmas com casos positivos.
De outro modo, Maria dos Anjos Esperança, notou os casos do comandante dos Bombeiros de Sardoal, Nuno Morgado, ou do próprio presidente da Câmara deste concelho, Miguel Borges, que são extremamente cuidadosos e apanharam a infeção.

Maria dos Anjos Esperança disse que já autorizou a reabertura do ginásio de Abrantes que tinha fechado na sexta-feira para desinfeção, depois do conhecimento de três clientes do espaço que tinham testado positivo ao SARS-Cov-2.

Maria dos Anjos Esperança, Saúde Pública do Médio Tejo


O ACES Médio Tejo abrange a área territorial de 11 municípios com cerca de 235 mil utentes. Abrange as unidades de saúde de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Tomar, Torres Novas e Vila nova da Barquinha, numa área territorial de 2.706,10 Km's quadrados.


Os concelhos de Benavente, Cartaxo, Chamusca, Constância, Rio Maior, Santarém e Sardoal estão em confinamento parcial desde 4 de novembro enquanto que os de Abrantes, Alcanena, Almeirim, Coruche, Ourém, Salvaterra de Magos, Ponte de Sor e Proença-a-Nova entram em confinamento esta segunda-feira. Das medidas mais restritivas consta o recolher obrigatório de segunda a sexta-feira das 23:00 às 05:00 e aos sábados e domingos das 13:00 às 05:00.