Pesquisar notícia
sexta,
17 set 2021
PUB
Região

Covid-19: Médio Tejo com mais seis novos infetados (C/ÁUDIO)

14/04/2021 às 19:20
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O Médio Tejo tem mais seis infetados com o coronavírus na sua área territorial que regista agora um total acumulado de 12 791 pessoas infetadas desde que começou a pandemia. Os casos reportados no relatório epidemiológico desta quarta-feira estão localizados em Abrantes (1), Mação (2), Ourém (1) e Tomar (2). No caso de Abrantes não estão contabilizados os alunos da escola Maria Lucília Moita que testaram positivo uma vez que o relatório epidemiológico de hoje (dia 14 de abril) diz respeito aos casos identificados pelos laboratórios no dia 13.

Quando ao número de recuperados continua inalterado com 12 325 pessoas que ultrapassaram a infeção tal como o número de óbitos que se mantém nos 375.

Com os seis novos casos registados esta quarta-feira o número de casos ativos na área da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo subiu agora para 91 distribuídos por Abrantes (25), Alcanena (3), Entroncamento (10), Mação (4), Ourém (13), Tomar (20), Torres Novas (13) e Vila Nova da Barquinha (4). Os concelhos de Constância, Ferreira do Zêzere e Sardoal não têm qualquer caso ativo nesta altura.

No que diz respeito a vigilâncias ativas o número de pessoas em isolamento por contacto direto com infetados é nesta quarta-feira de 103, menos dois do que ontem. Estas pessoas estão a ser acompanhadas pelas autoridades de saúde pública em Abrantes (14), Alcanena (35), Entroncamento (8), Ourém (11), Tomar (21), Torres Novas (13) e Vila Nova da Barquinha (1). Os concelhos de Constância, Ferreira do Zêzere, Mação e Sardoal não têm qualquer pessoa em confinamento. De referir que, desde que começou a pandemia, a Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo já decretou o isolamento a 6 998 pessoas tendo levantado o confinamento a 6 901 e manteve contactos epidemiológicos com7 527 pessoas.

Maria dos Anjos Esperança, coordenadora da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo, revelou que no processo de vacinação que os efeitos secundários da toma da vacina variam de pessoa para pessoa, tal como em qualquer outra vacina.
A médica revelou ainda que há cidadãos que ligam para a Unidade de Saúde Pública a saber quando é que podem tomar a vacina e também perguntam muito sobre a vacina da Astrazeneca.

Maria dos Anjos Esperança diz que além do comportamento dos cidadãos a vacina é a única arma para lutar contra este vírus.

Maria dos Anjos Esperança

O agrupamento de escolas Solano de Abreu, de Abrantes (ESSA), colocou em confinamento 105 alunos do pré-escolar, 1.º ciclo e uma turma de 5.º ano para além de 22 professores/educadores e 6 auxiliares. Esta medida foi tomada depois da deteção de uma criança do pré-escolar ter testado positivo ao coronavírus e, na sequência de testes rápidos feitos na comunidade escolar, terem sido detetadas mais duas crianças infetadas. Ou seja há três casos positivos na escola Maria Lucília Moita.

Notícia Relacionada: Abrantes: Agrupamento Solano de Abreu com 3 alunos infetados coloca 7 turmas em confinamento