Pesquisar notícia
sábado,
25 set 2021
PUB
Região

Covid-19: Médio Tejo com mais 72 infetados, número mais alto desde início de fevereiro

24/07/2021 às 19:06
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O Médio Tejo apresenta neste sábado mais 72 novos infetados com o coronavírus e apenas Mação e Vila Nova da Barquinha não têm casos positivos.

Desde 5 de fevereiro, quando a região de saúde registou 130 infetados, que não houve um dia com mais de sete dezenas de novos casos positivos e a atravessar quase toda a região.

De acordo com o relatório epidemiológico da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo (USPMT) estes 72 novos casos positivos estão distribuídos por Abrantes (4), Alcanena (1), Constância (8), Entroncamento (13), Ferreira do Zêzere (1), Ourém (14), Sardoal (1), Tomar (11) e Torres Novas (19).

O número de pessoas recuperadas é de 12 837, mantendo-se os óbitos em 379, pelo que o número de casos ativos é neste sábado de 522.

A USPMT indica que estes 522 casos ativos estão localizados em Abrantes (57), Alcanena (25), Constância (56), Entroncamento (54), Ferreira do Zêzere (12), Mação (13), Ourém (122), Sardoal (3), Tomar (84), Torres Novas (80) e Vila Nova da Barquinha (14).

No que diz respeito ao número de pessoas que estão em confinamento por terem contactado com infetados, há a registar mais 85 pessoas em isolamento em relação ao dia de ontem. No total, há na região 510 pessoas a quem foi decretada a quarentena pelo período de 14 dias e que devem ficar em isolamento em casa. Desde que começou a pandemia que a USPMT já decretou um total de 9 543 confinamentos e deu alta do isolamento a 9 024 pessoas.

As 510 pessoas em vigilância ativa, este sábado, estão confinadas em Abrantes (89), Alcanena (24), Constância (30), Entroncamento (49), Ferreira do Zêzere (8), Mação (5), Ourém (154), Sardoal (12), Tomar (35), Torres Novas (96) e Vila Nova da Barquinha (8).

No que diz respeito aos testes feitos ao longo dos últimos três dias na freguesia de Santa Margarida da Coutada foram concluídos. As recolhas de amostras e os testes foram efetuados por equipas do Serviço de Patologia do Centro Hospitalar do Médio Tejo.

Na quarta-feira foram efetuados 371 testes na aldeia de Santa Margarida do qual resultaram 3 casos positivos. Na quinta-feira, em Portela, foram realizadas 289 recolhas tendo havido a deteção de 4 pessoas infetadas. Na sexta-feira, já em Malpique, o CHMT procedeu à recolha de 271 amostras, tendo daí resultado mais 1 caso positivo.

Números que são considerados elevados por Maria dos Anjos Esperança, coordenadora da Unidade de Saúde Pública do ACES Médio Tejo que deixou um apelo para que as pessoas cumpram as regras de confinamento, quem o tiver de fazer, e as regras do uso de máscara, do distanciamento social e da etiqueta respiratória.

A coordenadora da USPMT revelou ainda que apesar do processo de vacinação estar em fase adiantada, esse facto não elimina os contágios. A vacina elimina sim, de acordo com a médica de saúde pública, as manifestações de doença grave.

País com 20 mortes e mais 3 396 casos 

Portugal registou, nas últimas 24 horas, 3.396 novos casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, e 20 mortes atribuídas à covid-19, número mais elevado de óbitos desde 10 de março, segundo a Direção-Geral da Saúde.

Os 20 óbitos registados nas últimas 24 horas ocorreram maioritariamente nas regiões de Lisboa e Vale do Tejo (10) e do Norte (7), tendo ainda no Centro, Alentejo e Algarve se verificado uma morte em cada uma destas zonas.

O número de mortos registados na sexta-feira é o mais elevado desde 10 de março, quando ocorreram 22 óbitos, sendo uma tendência crescente nos últimos dias.

Segundo o boletim da DGS, hoje estão internadas menos 20 pessoas, em relação à véspera, num total de 835, sendo o terceiro dia consecutivo em que se regista uma diminuição nas hospitalizações.

Por sua vez, o número de doentes em unidades de cuidados intensivos aumentou para 181, mais três do que na sexta-feira.

A maioria das novas infeções por SARS-CoV-2 regista-se hoje nas regiões do Norte (1.286) e Lisboa e Vale do Tejo (1.280), que concentram 75,5% dos casos registados nas últimas 24 horas.

Os casos de covid-19 nas últimas 24 horas são, sobretudo, entre as faixas etárias dos 0 aos 59, totalizando 70% das novas infeções, sendo em maior número entre os 10 e os 49 anos.