Pesquisar notícia
sábado,
18 set 2021
PUB
Região

Covid-19: Médio Tejo com mais 2 infetados tem 105 pessoas e vigilância ativa (C/ÁUDIO)

13/04/2021 às 17:44
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O Médio Tejo tem mais dois infetados com o coronavírus na sua área territorial que regista agora um total acumulado de 12 785 pessoas infetadas desde que começou a pandemia. Recorde-se que o primeiro caso do Médio Tejo foi reportado a 16 de março de 2020 no concelho de Tomar. Os casos reportados pelos laboratórios nesta terça-feira estão localizados em Ourém e Tomar.
Quando ao número de recuperados continua inalterado com 12 325 pessoas que ultrapassaram a infeção tal como o número de óbitos que se mantém nos 375.

Com mais dois infetados de hoje os casos ativos na área da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo são agora 85 distribuídos por Abrantes (24), Alcanena (3), Entroncamento (10), Mação (2), Ourém (12), Tomar (17), Torres Novas (13) e Vila Nova da Barquinha (4). Abrantes é, nesta altura o concelho com mais casos ativos (24) enquanto que os concelhos de Constância, Ferreira do Zêzere e Sardoal não têm qualquer caso ativo nesta altura.

No que diz respeito a vigilâncias ativas o número de pessoas em isolamento por contacto direto com infetados aumentou para 105, ou seja, mais 10 do que o número apresentado ontem. Estas pessoas estão a ser acompanhadas pelas autoridades de saúde pública em Abrantes (14), Alcanena (35), Entroncamento (9), Ourém (11), Tomar (21), Torres Novas (14) e Vila Nova da Barquinha (1). Os concelhos de Constância, Ferreira do Zêzere, Mação e hoje Sardoal não têm qualquer pessoa em confinamento. De referir que, desde que começou a pandemia, a Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo já decretou o isolamento a 6 998 pessoas tendo levantado o confinamento a 6 899 e manteve contactos epidemiológicos com7 527 pessoas.

Maria dos Anjos Esperança, coordenadora da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo, revelou que os poucos casos que têm sido detetados são de transmissão comunitária, havendo apenas um surto ativo em Torres Novas e vigilâncias em Alcanena. Deixou ainda a nota que alguns dos casos são de cidadãos portugueses que vieram de outros países já infetados.
A médica disse ainda que as pessoas continuam a abusar nas “concentrações” nas esplanadas e que isso não foi um facto dos primeiros dias da segunda fase de desconfinamento.

Sobre a vacinação a coordenadora da saúde pública desta região revela que os efeitos secundários da toma da vacina variam de pessoa para pessoa, tal como nas outras vacinas.

Maria dos Anjos Esperança

Já nos números da Direção-Geral da Saúde em relação ao país há menos 20 pessoas internadas com covid-19, registando-se 408 casos confirmados de infeção pelo SARS-CoV-2 e mais cinco mortes nas últimas 24 horas.

Estão hoje internadas 459 pessoas, 118 das quais em unidades de cuidados intensivos (menos uma do que na segunda-feira).

As autoridades de saúde deram também como recuperadas mais 746 pessoas nas últimas 24 horas, atingindo-se um total de 785 809 desde março de 2020 e os casos ativos totalizam 25 441, menos 343 do que na segunda-feira.