Pesquisar notícia
sábado,
18 set 2021
PUB
Região

Covid-19: Médio Tejo com 15 novos infetados com Sardoal a entrar no nível de alerta

17/06/2021 às 17:19
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O Médio Tejo tem registo, nesta quinta-feira, de mais 15 infetados com Covid-19. De acordo com o relatório epidemiológico da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo, que engloba 11 concelhos, o total acumulado de casos passou a ser de 13 078 com os 15 casos reportados em Abrantes (5), Entroncamento (4), Ourém (1), Sardoal (3), Tomar (1) e Torres Novas (2).

No que diz respeito ao número de recuperados mantém-se o mesmo número de ontem, 12 587 registos, assim como o número de óbitos (378) continua inalterado.

Desta forma o número de casos ativos é, nesta quinta-feira, de 113 localizados em Abrantes (38), Alcanena (14), Constância (2), Entroncamento (12), Mação (1), Ourém (10), Sardoal (14), Tomar (14), Torres Novas (5) e Vila Nova da Barquinha (3). Ferreira do Zêzere continua a ser o único concelho da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo que não regista qualquer pessoa infetada com o coronavírus ou qualquer pessoa em isolamento profilático.

No que diz respeito ao número de pessoas que estão em confinamento por terem contactado com infetados, há a registar mais 25 pessoas em isolamento em relação ao dia anterior. No total, há na região 270 pessoas a quem foi decretada a quarentena pelo período de 14 dias e que devem ficar em isolamento em casa.

As 270 pessoas em vigilância ativa estão confinadas em Abrantes (50), Alcanena (8), Constância (49), Entroncamento (32), Mação (8), Ourém (36), Sardoal (61), Tomar (13), Torres Novas (12) e Vila Nova da Barquinha (1). Ferreira do Zêzere volta a ser o único concelho do Médio Tejo que não tem qualquer cidadão em vigilância ativa nesta quinta-feira.

Relativamente aos 10 concelhos que ficam sujeitos às medidas da 4.ª fase do plano de desconfinamento, aplicada desde 01 de maio, Mariana Vieira da Silva disse que Sesimbra registou, pela segunda semana consecutiva, mais de 240 casos de covid-19 por 100 mil habitantes, pelo que estará num nível de “maior restrição”, inclusive o encerramento da restauração e dos estabelecimentos às 15:30 durante o fim de semana.

“Os restantes nove concelhos encontram-se na fase em que estávamos antes desta nova fase de desconfinamento, genericamente, são eles Albufeira, Arruda dos Vinhos, Braga, Cascais, Lisboa, Loulé, Odemira, Sertã e Sintra”, apontou.

Alertando para o agravamento da situação epidemiológica, a ministra de Estado e da Presidência referiu que esta semana existe “um número muito alargado, face à semana anterior, de concelhos em situação de alerta”, num total de 20: Alcochete, Águeda, Almada, Amadora, Barreiro, Grândola, Lagos, Loures, Mafra, Moita, Montijo, Odivelas, Oeiras, Palmela, Sardoal, Seixal, Setúbal, Sines, Sobral de Monte Agraço e Vila Franca de Xira.

Portugal registou nas últimas 24 horas 1.233 novos casos confirmados de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e mais duas pessoas morreram com covid-19, com mais 13 pessoas internadas, segundo a Direção-Geral da Saúde.

O boletim epidemiológico de hoje regista um total de pessoas 364 internadas, das quais 88 em unidades de cuidados intensivos, onde entraram mais cinco doentes.

É o número mais alto de internamentos com covid-19 desde 26 de abril, quando estavam internadas 365 pessoas.

A maior parte dos novos casos de infeção (804) foi diagnosticada na região de Lisboa e Vale do Tejo.