Pesquisar notícia
quinta,
13 mai 2021
Região

Covid-19: Campeonatos Mundiais de Agility em Abrantes adiados para 2025

27/03/2021 às 10:53
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O Campeonato do Mundo de Border Collie e o Europeu de Agility, competições que iriam decorrer em julho na Cidade Desportiva de Abrantes com concorrentes oriundos de 40 países, foram adiados para 2025 devido à pandemia, anunciou a organização.

Em comunicado, o Clube Cinófilo do Altentejo (CCA), entidade organizadora, refere que "o cancelamento para este ano se deve à situação pandémica vivida em Portugal e no mundo, com o atraso significativo no processo de vacinação contra a covid-19 e que fez derrapar a expectativa de normalização da mesma apenas para o final do presente ano".

Ao Campeonato da Europa de Agility, que iria envolver em Abrantes (Santarém) representantes de mais de 40 países e cerca de 1.300 binómios (homem/mulher e um cão), juntar-se-ia ainda o 'Border Collie Classics', o Campeonato do Mundo em Agility para uma raça específica, e o Mundial Júnior da modalidade, competições que iriam decorrer ao longo de todo o mês de julho em Portugal.

"A incerteza da situação fronteiriça e o risco de contágio ainda prevalente, conjugados com o facto de se tratar de competições internacionais com um número relevante de participantes, levaram-nos, infelizmente, a escolher a segurança de todos os envolvidos, competidores, organizadores e seus parceiros e público, optando assim pelo cancelamento", é referido na nota.

Após a comunicação desta decisão à Federação Cinológica Internacional (FCI), e "tendo em conta que as organizações dos campeonatos caninos para os próximos anos já iniciaram os respetivos preparativos, foi decidido em reunião de delegados dos países à FCI que Portugal teria prioridade na organização dos eventos na primeira data disponível ficando assim agendados para o ano de 2025", é acrescentado.

"Seria um ano em cheio para Portugal porquanto era a primeira vez que o nosso país acolheria estas competições internacionais, mais a mais trazendo milhares de pessoas de outras países para a região, mas terá de ser em 2025 e será muito bom nessa altura para todos", disse à Lusa Ezequiel Sousa, presidente do Clube Cinófilo do Alentejo (CCA), entidade organizadora.

Ezequiel Sousa referiu ainda que "Abrantes mantém-se como a cidade escolhida para ser a capital mundial de Agility porque está numa zona central do país e porque a edilidade já trabalha com o CCA na realização de algumas provas e disponibilizou-se para ser parceiro deste grande evento".

Agility é um desporto competitivo que se caracteriza por ser uma prova de destreza canina em que o dono dirige o seu cão por uma série de obstáculos e em que o objetivo é terminar a prova sem cometer infrações e no menor tempo possível.

A candidatura foi oficializada pelo Clube Português de Canicultura e atribuiu ao Clube Cinófilo do Alentejo a organização do Campeonato da Europa, que, por sua vez, decidiu realizar os eventos em Abrantes.

Imagem de arquivo de prova realizada no Aquapolis sul

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.756.395 mortos no mundo, resultantes de mais de 125,4 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.819 pessoas dos 819.698 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Lusa