Pesquisar notícia
sábado,
18 set 2021
PUB
Região

CHMT alerta para os eventuais riscos de contágio nas campanhas de recolha de alimentos para profissionais da saúde

31/01/2021 às 18:45
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) emitiu um comunicado este domingo à tarde na sequência de notícias veiculadas, nos últimos dias, sobre movimentos de solidariedade de recolha de bens alimentares para apoio aos profissionais de saúde, de vários hospitais do SNS.

Ainda ontem em Abrantes o movimento de cidadania “Por mim, por ti, para TODOS” lançou uma campanha de angariação de bens alimentares para os profissionais da linha da frente do hospital de Abrantes.

Nesta nota o CHMT “manifesta preocupação pela possibilidade de estas ações potenciarem o risco de contágio e transmissão do vírus SARS-Cov-2”. De acordo com a mesma nota o CHMT revela que “a situação da evolução pandémica na Região é muito grave, pelo que todos os cidadãos devem cumprir o confinamento que está em vigor. Todos os contactos que se estabelecem fora dos agregados familiares são de risco muito elevado, pelo que se apela mais uma vez para que todos restrinjam os contactos ao essencial”.

Há ainda um outro pedido do centro hospitalar que gere as unidades de Abrantes, Tomar e Torres Novas e que aponta ao “maior ato de solidariedade que os cidadãos podem demonstrar aos profissionais de Saúde é o cumprimento, rigoroso, do confinamento. Importa, ainda, sublinhar que em nenhuma ocasião este Centro Hospitalar ou os seus profissionais manifestaram necessidade de bens alimentares, ou quaisquer outros.”

Na mesma nota e em relação ao Hospital de Abrantes “na sequência do encerramento do bar da Liga por situações que se prendem com os seus funcionários, o CHMT abriu um serviço de bar que funciona desde a passada semana no espaço do refeitório”. Acresce ainda a informação do CHMT que revela ter amanhã, segunda-feira, uma reunião com a Liga dos Amigos do Hospital de Abrantes para “aferir o envolvimento da mesma e os seus objetivos face a esta campanha e os riscos para a saúde pública que ela pode acarretar atual incidência da pandemia”.

Ainda de acordo com a administração hospitalar, o CHMT “tem recebido, desde o início da pandemia, todas as dádivas que têm chegado, de forma controlada aos Serviços de Logística do CHMT, oferecidas por inúmeras entidades empresariais e sociais”.

No final da administração do CHMT “agradece o carinho manifestado por todos os cidadãos promotores destas iniciativas, mas o momento atual que vivemos obriga a um maior rigor e salvaguarda quer dos profissionais de saúde, quer dos próprios cidadãos”.