Pesquisar notícia
terça,
21 set 2021
PUB
Região

BTL 2019: Médio Tejo apresenta Plataforma StayOver

15/03/2019 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Fátima-Tomar Stay Over é a nova plataforma de turismo do Médio Tejo apresentada esta quinta-feira, dia 14 de Março, na Bolsa de Turismo de Lisboa. Trata-se de um projeto da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Médio Tejo que pretende aumentar o número de noites que os turistas passam na região. A forma de conseguir esse prolongamento da estadia é aliar os operadores hoteleiros a ofertas de experiências na região ou então entradas gratuitas em eventos ou museus.

Nuno Lopes caracterizou o projeto de forma muito simples. Atualmente, Fátima e Tomar dominam as estadias no Médio Tejo, com 88% das dormidas, fruto do Santuário de Fátima e do Convento de Cristo. Mesmo assim, a média de estadias é de 1,6 dias, pelo que o StayOver pretende aumentar esse rácio. Deste modo, poder-se-á reforçar as marcas Fátima e Tomar e acrescentar mais valia aos outros municípios do Médio Tejo.

A campanha apresentada esta quinta-feira, arranca a 15 de abril e termina a 15 de setembro e já tem 28 entidades aderentes com uma base de cerca de oito dezenas de experiências e 40 entidades associadas que permitirão a entrada em eventos culturais ou desportivos.

Quando o turista fizer a reserva uma unidade hoteleira recebe um cartão Stay Over digital onde vai acumular pontos consoante os valores que vai gastar nessa estadia. Depois, através da plataforma poderá criar os voucher’s para utilizar no Médio Tejo nas experiências que queira vivenciar ou nos eventos que pretenda participar.

Esta campanha vai ter uma componente de divulgação com maior incidência nos meios digitais embora também vá marcar presença nos meios off-line.

Nuno Lopes apresenta a campanha Fátima - Tomar StayOver

Miguel Pombeiro, secretário-executivo da CIM do Médio Tejo, confirmou que será o “cruzamento das dormidas, duas ou mais noites, e permitir a entrada em locais ou experiências que são pagas”.

O secretário executivo da CIMT vincou esperar “ter as 80 experiências carregadas na plataforma a 15 de abril” até porque cada vez mais o turismo são experiências e não apenas dormir num hotel ou numa pousada.

Já na apresentação pública do projeto, no espaço do Turismo do Centro de Portugal, Anabela Freitas, presidente da CIM do Médio Tejo, tinha destacado a importância desta plataforma como forma de usar as alavancas turísticas de Fátima e Tomar para explorar o vasto património do Médio Tejo e, dessa forma, potenciar estadias mais prolongadas no espaço territorial dos 13 municípios.

Na edição deste ano da BTL - que termina domingo e com abertura ao público de sexta-feira à noite até domingo, são esperados mais de 70 mil visitantes. O maior evento de Turismo de Portugal promove 46 destinos internacionais, mais de meia centena de municípios, tem 1400 expositores presentes com 16 instituições na BTL Cultural, a novidade de 2019, mostra ainda 40 Startup’s e conta com a presença de mais de 1500 profissionais estrangeiros. Pelo meio, desde ontem, a organização aponta para cerca de 3 mil, o número de reuniões profissionais a agendar por estes dias na capital portuguesa.

Este ano a BTL conta também com uma feira de emprego que, garante a organização, tem uma oferta de 10 mil oportunidades de emprego no sector do turismo.

Jerónimo Belo Jorge