Pesquisar notícia
segunda,
27 set 2021
PUB
Região

17 idosos de lar "não legal" de Santarém com COVID-19 a caminho do Hospital de Abrantes (C/ÁUDIO)

27/05/2020 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Já começaram a ser transferidos para o Hospital de Abrantes os idosos de um lar no concelho de Santarém que acusaram positivo ao teste feito no fim de semana.

São dezassete utentes e seis funcionários da casa de repouso Idoso Feliz, em Casével, no concelho de Santarém, que fizeram o teste e acusaram positivo à infeção pelo coronavírus. Os 17 utentes já começaram a ser evacuados para o Hospital de Abrantes, para uma ala específica destinada a utentes de lares que tenham testado positivo à COVID. Trata-se de uma ala para internamentos de doentes que não necessitem de tratamento hospitalar. Ou seja, é uma ala que foi preparada para acudir a este tipo de situações, caso existissem. Na altura da sua abertura foi explicado que funciona como se estivessem nos lares.

Segundo o jornal digital Rede Regional, a situação precipitou-se na sexta-feira, 22 de maio, depois de um utente ter dado entrada no Hospital Distrital de Santarém devido a uma queda. Aí foi-lhe feito o teste ao novo coronavírus, com o mesmo a acusar positivo.

Após esta descoberta, os 19 utentes e oito funcionários foram todos testados na segunda-feira, tendo os resultados chegado esta terça-feira ao final do dia. No total os testes revelaram 23 casos positivos e apenas quatro negativos, que terão, contudo, de ficar em isolamento. Nenhum caso obriga, nesta fase, a cuidados intensivos, adianta a Rede Regional.

Sete dos utentes já foram evacuados ontem à noite pelos Bombeiros de Pernes e Sapadores de Santarém. Foi uma operação que começou cerca das 22 horas. Os restantes serão evacuados pela proteção civil durante o dia de hoje.

Ricardo Gonçalves, presidente CM Santarém

O presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves, avançou à Lusa, ainda ontem, que os idosos estão a ser transportados para o Hospital de Abrantes, pois é aquele que no distrito de Santarém “recebe este tipo de utentes quando testam positivo à covid-19”.