Tramagal: Vitor Hugo Cardoso é recandidato à Junta de Freguesia (PS) e anuncia abertura do Museu da MDF dia 1 de maio

Política 2017-03-27

Vitor Hugo Cardoso confirmou à Antena Livre a sua recandidatura à Junta de Freguesia de Tramagal, no concelho de Abrantes, pelo PS.

Quando questionado, Vitor Hugo Cardoso disse à Antena Livre que era “recandidato novamente” e que sempre colocou o seu lugar “à disposição, caso a concelhia do PS entendesse que podia haver uma alternativa ou substituição. Mas falámos e sou novamente candidato”.

Vitor Hugo Cardoso afirmou que a lista candidata à freguesia de Tramagal pelo PS nas próximas Autárquicas, vai contar com uma “equipa restruturada, com pessoas mais jovens e com muitas mulheres”.

Numa entrevista de balanço autárquico, o atual presidente avançou que uma das grandes obras deste mandato é o Núcleo Museológico Industrial do Tramagal, que pretende perpetuar o legado da Metalúrgica Duarte Ferreira (MDF) e que “vai ser inaugurado no dia 1 de maio”.

“É o dia do Tramagal. Durante 20 anos, este dia foi esquecido em Tramagal, mas ultimamente, voltámos assinalar o dia e a homenagear os trabalhadores (…) E é oficial, é neste dia, que o Núcleo Museológico da MDF será inaugurado”, avançou.

No que diz respeito aos problemas que freguesia de Tramagal enfrenta, o autarca destacou a falta de médicos de família, como a situação mais “preocupante”.

“Neste momento, temos um médico que faz uma média de 5 horas por dia, 4 dias por semana. É muito pouco para 3.600 habitantes”, referiu, acrescentado que “as pessoas têm tido muitas dificuldades. Recorrem muitas vezes ao médico de família em Alferrarede. E recorrerem também ao médico de Santa Margarida (…) Já temos cerca de 300 utentes inscritos em Santa Margarida”, fez notar.

“Quando vimos as nossas instalações do melhor que há no concelho e vimos um equipamento subaproveitado, só com um médico, é muito mau”, lamentou, dando conta que aguarda uma reunião com a diretora do Agrupamento ACES Médio Tejo.

Outra preocupação que referiu à Antena Livre foi “a degradação contínua” da Escola Octávio Duarte Ferreira.

Segundo o presidente, a escola está com um número de alunos bastante reduzido: “No passado, tínhamos cerca de 600/700 alunos, hoje temos 180. E temos uma escola que não é apelativa, que está abandonada, que precisa de obras e de outra cara para ser atrativa”, reforçou, alertando que “a escola fechará portas, se nada for feito”.

Vitor Hugo Cardoso avançou que “há um novo horizonte que se abre ali, que é criar naquele espaço uma Escola Profissional, que tenha cursos nas áreas empresariais que existem e que já existiram no Tramagal”.

Vitor Hugo Braz Vicente Cardoso tem 56 anos, é casado, tem dois filhos e está no segundo mandato à frente dos destinos da freguesia de Tramagal.

Uma entrevista para ouvir na Antena Livre, em 89.7fm ou através do site www.antenalivre.pt, dia 5 de abril, a partir das 12h00.