Eleições: Dezanove partidos entregaram candidaturas para as legislativas em Santarém

Política 2019-08-27
D.R.
D.R.

Um total de 19 partidos entregaram até segunda-feira, no Tribunal de Santarém, listas de candidatos às eleições legislativas de 06 de outubro, num distrito com 380.976 eleitores inscritos e que elege nove deputados.

Além dos partidos e coligações com deputados eleitos em 2015 - PSD/CDS, PS, BE e CDU -, foram entregues no Tribunal de Santarém listas de candidatos do PCTP-MRPP, PAN, PDR, Livre, PNR, Partido da Terra – MPT, Nós Cidadãos, PTP, PURP, PPM, Aliança, Chega, Iniciativa Liberal e RIR.

Terminado o prazo de apresentação de candidaturas, segue-se um período de verificação da regularidade dos processos e de eventuais reclamações, antes da publicação definitiva.

Nas legislativas de 2015, a coligação PPD-PSD/CDS-PP elegeu quatro deputados (35,8% dos votos), o PS três (32,9%), o BE um (10,8%) e a coligação PCP/PEV (CDU) um (9,6%).

Para as eleições de 06 de outubro, o Partido Social Democrata (PSD) aposta em Isaura Morais, a gestora de 53 anos que na passada sexta-feira suspendeu o mandato de presidente da Câmara de Rio Maior, para o qual foi eleita pela primeira vez em 2013, seguindo-se na lista o presidente da distrital, João Moura (Ourém), o atual deputado Duarte Marques (Mação) e a consultora Sónia Quintino (Benavente).

A secretária de Estado da Educação, Alexandra Leitão, 46 anos, encabeça a lista do Partido Socialista por Santarém, seguindo-se o presidente da distrital, António Gameiro (Ourém), a secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, Maria do Céu Albuquerque (ex-presidente da Câmara de Abrantes), e o atual deputado Hugo Costa (Tomar).

O Bloco de Esquerda escolheu a professora Fabíola Cardoso, 46 anos (Santarém), para liderar uma lista que inclui ainda Roberto Barata (Torres Novas), Luís Gomes (Lisboa) e Ana Sofia Pereira (Torres Novas).

A CDU volta a apostar no atual deputado António Filipe, professor, 56 anos (Loures), seguindo-se João Madeira Lopes (Santarém), Júlia Amorim (Constância) e Ivo Santos (Alcanena).

A atual deputada eleita pela coligação PSD/CDS Patrícia Fonseca, engenheira agrónoma, 46 anos, lidera agora a lista do seu partido, Centro Democrático Social (CDS), que inclui ainda Rui Pereira (Ourém), Nelson Silva (Alvaiázere) e Rita Branco (Coruche).

O PCTP-MRPP, que em 2015 obteve 1,34% dos votos no distrito, candidata o reformado José Nobre, 62 anos, residente em Vila Nova da Barquinha, enquanto o PAN (1,2% em 2015) aposta no formador Pedro Machado, 40 anos (Ourém), e o PDR (1% em 2015) no engenheiro mecânico José Lopes, 69 anos (Lisboa).

O Livre, que em 2015 obteve 0,5% dos votos, volta a candidatar o gestor cultural Pedro Mendonça, 46 anos (Cartaxo), o PNR (0,5% em 2015) aposta novamente em Carlos Alberto Teles, reformado, 68 anos (Lisboa).

A lista do MPT (0,5% em 2015) é liderada por Vasco Gaião, empresário, 63 anos (Alcanena), a do Nós, Cidadãos (0,4% em 2015) pela advogada Ana Barradas, 48 anos (Lisboa), a do PTP (que em 2015 se candidatou coligado com o MAS obtendo 0,4% dos votos) pelo empresário Américo Costa, 56 anos (Tomar).

O PURP (0,4% em 2015) apresenta como cabeça de lista o reformado Evandre Francisco, 71 anos (Santarém), e o PPM (igualmente 0,4%) o empresário Luís Pombeiro, 57 anos (Lisboa).

Pelos partidos que se candidatam pela primeira vez, o Aliança apresenta o empresário agrícola Rui Sousa, 51 anos (Santarém) como cabeça de lista, a Iniciativa Liberal o gestor João Pita Soares, 31 anos (Coruche), o Chega o advogado Tiago Neves, 54 anos (Lisboa), e o RIR o psicólogo Carlos Oliveira, 52 anos (Loures).

Lusa