Constância: CDU considera que cerimónia dos 100 anos do fim da Grande Guerra “foi uma oportunidade perdida”

Política 2018-12-03

Na última Assembleia Municipal de Constância, de sexta-feira - 30 de novembro, as celebrações de evocação do fim da Grande Guerra foram referenciadas pela bancada da CDU, que considerou que “foi mais uma oportunidade perdida para o concelho”.

Em representação da bancada, Rui Ferreira disse que os eleitos da CDU nesta Assembleia esperavam “que tais comemorações tivessem o brilho, a dimensão e a dignidade que tão importante acontecimento, com as repercussões que teve para o mundo, justificavam”.

“Não teria sido difícil a colocação de um elemento escultórico ou até uma simples placa com o nome dos soldados do concelho que participaram na Guerra, que assinalasse a homenagem que lhe é devida, e que a sua inauguração fosse acompanhada por uma Guarda de Honra”, disse o deputado da CDU.

(Bancada CDU e MIC)

Rui Ferreira considerou que “teria sido importante a realização de um novo colóquio sobre o tema” e que “assinalar o evento foi melhor que nada. No entanto, excluindo os que participaram na cerimónia, quem passa hoje na Zona Industrial não sabe o que significa ali a existência daquela oliveira, as papoilas, os cartões com o nome dos mobilizados, caso ainda lá se encontrem”.

“Foi importante o envolvimento das escolas, mas será que os meninos do pré-escolar e primeiro ciclo retiram o verdadeiro conteúdo da efeméride?”, questionou o deputado.

Em resposta, Sérgio Oliveira, presidente da Câmara Municipal, começou por dizer que discordava da opinião de Rui Ferreira, tendo referido que a “cerimónia teve a dignidade merecida”.

Executivo de Constância

“As crianças e as escolas foram envolvidas”, salientou o presidente, dando conta que o momento “valorizou Montalvo” e “teve um efeito benéfico na valorização e promoção da freguesia”.

Por último, o autarca constanciense disse que a cerimónia serviu para “ensinar as crianças, logo desde o Jardim de Infância, passando pelo 1º ciclo, que não devemos voltar àqueles tempos”.

Recorde-se que no dia 12 de novembro, o Município de Constância dinamizou um evento evocativo dos 100 anos que marcam o fim da Grande Guerra.

Para assinalar a efemérida, a iniciativa contou com a participação de 270 alunos, do pré-escolar e do 1º ciclo, dos centros escolares do concelho.

As crianças criaram um memorial no jardim de Montalvo, colocando placas de madeira com o nome de todos os combatentes do concelho numa oliveira, símbolo de paz. Já os mais novos, depositaram papoilas na relva, que simbolizaram o sangue derramado em Flandres.

Notícia relacionada:

https://www.antenalivre.pt/noticias/montalvo-criancas-evocam-o-fim-da-grande-guerra