Constância: António Mendes (CDU) renuncia a mandato de deputado municipal

Política 2019-12-05
António Manuel dos Santos Mendes (DR: Antena Livre e JA)
António Manuel dos Santos Mendes (DR: Antena Livre e JA)

O anúncio foi feito na última sessão da Assembleia Municipal de Constância, a 22 de novembro, quando o presidente da mesa da Assembleia, António Luís Fernandes Mendes (PS), deu conta da correspondência recebida, na qual se encontrava um pedido de renúncia ao mandato por parte do deputado da CDU António Manuel dos Santos Mendes.

Venho (…) solicitar que me seja aceite o pedido de renúncia ao mandato de eleito na Assembleia Municipal, a partir do momento presente”, dizia o respetivo pedido, no qual, apesar de o deputado e antigo presidente da Câmara Municipal de Constância não ter apresentado as razões da renúncia, deixou ainda felicitações a “todos os membros que compõem a Assembleia Municipal, bem como eleitos nas freguesias, e igualmente uma palavra de apreço para com todos os funcionários e técnicos do Município”.

António Manuel dos Santos Mendes iniciou o seu percurso autárquico aos 29 anos como vogal da Assembleia de Freguesia de Santa Margarida da Coutada, em 12 de dezembro de 1979, tendo sido eleito para vereador em 1982, cargo que ocupou na oposição até 1985. Em dezembro desse mesmo ano foi eleito presidente da Câmara Municipal de Constância – um cargo que desempenhou durante 24 anos, até outubro de 2009. Foi também, de outubro de 2009 até 2015, presidente da Assembleia Municipal de Constância.

Após o anúncio de renúncia, a bancada da CDU, pela voz do deputado Rui Ferreira (CDU), apresentou uma saudação e “reconhecimento ao Comendador António Manuel dos Santos Mendes, ex-presidente da Câmara e da Assembleia Municipal de Constância”, pelos seus “40 anos de atividade autárquica”.

Na saudação lida, é referido que António Mendes “durante todos estes longos anos abraçou a causa pública, de forma intensa, em prol do desenvolvimento do nosso concelho, podendo afirmar-se, sem qualquer demagogia, que em cada rua do nosso território, em cada recanto das nossas freguesias, em cada edifício das nossas associações e coletividades, em cada estrutura dos serviços públicos existentes, a presença da ação do autarca António Mendes é uma constante”.

Nesse sentido, a CDU recordou uma moção que foi aprovada em Assembleia Municipal em 2015, ano em que António Manuel dos Santos Mendes foi condecorado, a 13 de fevereiro, pelo então presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, com o grau de Comendador da Ordem de Mérito, no Palácio de Belém, em Lisboa.

13 de fevereiro de 2015, data em que António Mendes foi condecorado com o grau de Comendador da Ordem de Mérito pelo então presidente da República, Cavaco Silva (Fonte: CM Constância)

Nessa moção de 2015, recorda a CDU, é enaltecido o mérito do autarca na defesa dos interesses de Constância, sendo também feito um balanço daquilo que foi a sua vida autárquica.

A António Mendes se deve o período mais intenso de desenvolvimento do concelho”, lê-se na moção que dá o exemplo dos feitos alcançados, desde “o abastecimento regular de água com qualidade em todo o território municipal e a total remodelação da respetiva rede; a construção de grande parte da rede de esgotos e a totalidade do seu tratamento efetivo; a construção de muitas dezenas de fogos habitacionais; a construção da escola Luís Camões e a consequente criação do ensino de 2º, 3º ciclo e secundário; o ordenamento das margens dos rios Tejo e Zêzere; a construção da extensão de saúde de Santa Margarida e do Centro de Saúde de Constância; o atual edifício dos Paços do Concelho; a zona industrial de Montalvo; o Centro de Ciência Viva – Parque de Astronomia; o Parque Ambiental de Santa Margarida; a Biblioteca Municipal; o arquivo municipal; as piscinas municipais e o pavilhão desportivo municipal; e o posto da GNR”.

A CDU destacou também a gestão de “grande rigor financeiro e especial capacidade de atrair financiamentos para o concelho” levada a cabo por António Mendes.

Nesta moção, que foi na altura aprovada por unanimidade, era ainda recomendado à Câmara Municipal que se erguesse um monumento a António Mendes num dos equipamentos emblemáticos existentes no concelho como “reconhecimento e forma de perpetuar uma pessoa que em mais de 30 anos como autarca de muito mérito, mudou a face do concelho de Constância, deu-lhe visibilidade nacional e revolucionou a qualidade de vida de toda a comunidade”.

Em Assembleia Municipal de 22 de novembro de 2019, a CDU apelou a que seja cumprida a deliberação tomada na moção apresentada em 2015.

Como substituto de António Manuel dos Santos Mendes, na próxima sessão de Assembleia de Constância, assumirá o lugar de deputado municipal Joaquim Santos.

Ana Rita Cristóvão