Pesquisar notícia
domingo,
26 set 2021
PUB
Política

Autárquicas 2021 / Constância: PSD apresentou candidatos em Santa Margarida para ser alternativa (C/ÁUDIO)

10/08/2021 às 09:55
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O PSD de Constância apresentou os candidatos aos órgãos municipais do concelho em Santa Margarida.

Como ainda estamos em pandemia, sem grandes concentrações de pessoas, os social-democratas deram um ar de festa com música popular antes da apresentação dos nomes que concorrem à Câmara, Assembleia Municipal e Assembleias de freguesia.

E neste evento partidário, as estruturas distrital e nacional do PSD marcaram presença com a deslocação de João Moura e Isaura Morais, que estiveram a dar um impulso a uma candidatura que pretende ser a alternativa a socialistas e comunistas que têm gerido o município e que compõem, com maioria para os socialistas, o executivo municipal.

Manuel Lapa é o candidato à Câmara Municipal, Madalena Botelho de Sousa avança para a Assembleia Municipal e para as freguesias, Gabriela Peixinho entra na corrida por Santa Margarida, Vasco Botelho de Sousa por Montalvo e Luís Gonçalves por Constância.

João Moura, presidente da Distrital aproveitou o tema ponte sobre o Tejo para deixar o mote a um tema muito na ordem do dia no concelho de Constância.

 João Moura, presidente distrital do PSD 

Isaura Morais, veio à apresentação por vários motivos que revelou. Começando pela representação do PSD nacional, enquanto deputada à Assembleia da República, como defensora do poder local, uma vez que foi presidente de junta de freguesia e também presidente da Câmara Municipal de Rio Maior. E foi no tempo de presidente de junta que mais contactou com a população e com o movimento associativo. Uma das bases para se conhecer o território foi uma das mais-valias de ter passado por este desafio do poder local

Isaura Morais deixou ainda as notas de que veio “saldar uma dívida” que tinha para com a concelhia e com Nuno Guita e, acima de tudo, pelos candidatos que vão dar o rosto pelas candidaturas do PSD nas eleições de 26 de setembro.

E, naturalmente, uma palavra para os candidatos a Constância, nomeadamente o candidato a presidente da Câmara Municipal de Constância, que como se sabe, é um concelho que não é fácil para os social-democratas. Isaura Morais deixou ainda uma palavra para a disponibilidade de Vasco Botelho de Sousa, por voltar nestas autárquicas, depois de já ter passado pelo desafio de concorrer à Câmara Municipal.

Isaura Morais, comissão nacional PSD

Manuel Lapa é o candidato à Câmara que não disse “não” ao desafio que o João Moura e a Isaura Morais lhe lançaram.

Num discurso curto e muito ligeiro e com humor pelo meio, deixou o mote de uma mão cheia de objetivos que pretende lançar com esta campanha e que serão aqueles pelos quais o PSD de Constância se vai bater nos próximos anos.

O candidato destacou a localização do maior polo militar do país no concelho, mas depois deixou aquilo que entende como necessário. Afirmou que não pretende um polo militar como instrumento, mas sim como um centro de investigação científica. E neste, que afirmou ser um desafio, fez a ligação ao Centro de Ciência Viva e para dizer que esta ligação, afinal, também precisa de uma ponte, a tão falada travessia sobre o Tejo que, disse, em Constância precisa apenas de mil metros de tabuleiro e estrada para fazer a ligação das margens.

Manuel Lapa, candidato PSD CM Constância

Manuel Lapa começou por falar na perda de população dos Censos 2021, depois avançou com meia dúzia de ideias ou propostas que diz serem as batalhas que o PSD terá pela frente, sejam quais forem os resultados do dia 26 de setembro.

Manuel Lapa aponta à modernização dos serviços para eliminar deficiências, refere a necessidade de formação profissional adequada às empresas que se fixem em Santa Margarida e quer ainda valorizar a ligação à instituição militar.

Quanto a Constância, alinha-a numa vertente cultural que precisa de valorizar o património cultural e disse que tem de haver uma aposta forte de Camões que “tem de ser o hino de Constância”, assim como a dinamização da Casa Memória de Camões.

Depois voltou a vincar a necessidade de alinhar com o poder central a construção de uma nova travessia sobre o Tejo para além de criar uma resposta de transporte público que garanta mobilidade dentro do concelho.

Manuel Lapa, candidato PSD CM Constância

O PSD avança com a mensagem que quer ser a alternativa ao PS e à CDU, partidos que têm gerido a autarquia e o candidato diz não fazer muitas promessas, mas revela que quer bater-se pelas ideias que apresentou para o concelho

 

 

Galeria de Imagens