Abrantes: AM aprova convite à Tectania para apresentar o projecto e estado de implementação

Política 2018-12-04

Na Assembleia Municipal de Abrantes, reunida em sessão ordinária a 30 de novembro, o PSD apresentou uma Moção para que a Assembleia deliberasse acerca de um convite a um representante da Tectania – Tecnologia Automóvel, Lda, para apresentar o projecto e dar a conhecer o seu actual estado de implementação.

João Fernandes, líder do Grupo Municipal, apresentou a Moção onde se pode ler que “o Grupo Municipal do PPD/PSD Partido Social Democrata considera útil convidar um representante da Tectania – Tecnologia Automóvel, Lda. para apresentar este entusiasmante projecto e dar a conhecer o seu actual estado de implementação. Aliás, o Grupo Municipal do PPD/PSD Partido Social Democrata confia que este convite demonstrará aos responsáveis pelo investimento a existência de interesse e aprazimento públicos na opção negocial que fizeram, servindo-lhes de estímulo adicional”.

Já antes do período da Ordem do Dia, a deputada Joana Pascoal, do Bloco de Esquerda, tinha questionado o Executivo acerca dos resultados da última reunião entre a Câmara Municipal e a empresa pois, segundo disse, “em reunião de Câmara a senhora presidente informou que iria ter uma reunião no dia seguinte com os responsáveis da referida empresa. Em setembro último, era suposto ter já sido iniciada a produção de motociclos e, até ao fim de 2018, a criação de oito postos de trabalho”.

João Gomes, vice-presidente da Câmara Municipal, confirmou a reunião “que decorreu esta semana” e onde os empresários “nos transmitiram toda a situação que está a decorrer, não tão célere como eles estavam à espera” devido à instabilidade política que se vive no Brasil. O vice-presidente assegurou que os empresários “estão muito empenhados em conseguir colocar no terreno, o mais rapidamente possível e numa primeira fase, uma apresentação do projeto que terá dado entrada na Câmara e depois, consequentemente, o desenvolvimento da obra e, sobretudo e o que nós queremos também, a criação dos postos de trabalho que são muito importantes para a nossa região e para o nosso desenvolvimento económico”.

João Gomes garantiu que “tivemos toda a informação da parte deles, de uma forma favorável e esta é uma situação em que eles continuam empenhados e em que, brevemente, esperamos ter novidades”.

A discussão da Moção ainda suscitou alguma controvérsia enttre os elementos das várias bancadas, com Jorge Beirão, do PS, a considerar que “este é um processo que a Câmara Municipal está a acompanhar e do qual tem dado conhecimento à Assembleia” e a não perceber o objetivo do convite. Já Bruno Tomás, presidente da União de Freguesias de Abrantes e Alferrarede, eleito pelo PS, questinou os proponentes da possibilidade de “dar um voto de confiança” à câmara Municipal para o desenrolar das negociações.

João Fernandes avançou depois que “foi a presidente que disse que havia aqui algumas situações que deviam ser apuradas” e reforçou que “é só um convite. Queremos ter uma compreensão direta do que está a acontecer. Não é um convite que tem que ser imediato, pode ser articulado com a câmara Municipal”, explicou. Acrescentou depois que “a Câmara Municipal, assim que considere exequível, nos termos das negociações que está a ter, traga cá a Tectania”.

João Gomes voltou a pedir a palavra para esclarecer que “a Câmara Municipal, no momento oportuno, irá trazer toda a informação a esta Assembleia. Não me posso é estar a comprometer que o investidor queira cá vir. Assumimos o compromisso que todo o desenvolvimento deste processo será divulgado e transmitido a esta Asembleia”.

No final, a Assembleia deliberou que fosse a Câmara Municipal a endereçar o convite, no momento que fosse mais oportuno para o investidor. A Moção foi aprovada por maioria, contando com uma abstenção.

Patrícia Seixas