Abrantes: Alexandra Simão eleita presidente da Juventude Socialista

Política 2019-04-22
Foto DR
Foto DR

A Juventude Socialista (JS) de Abrantes elegeu, no sábado, os novos órgãos concelhios, tendo sido eleita presidente Alexandra Simão, 25 anos, psicóloga clínica.

Alexandra Simão pretende que este seja "um caminho a percorrer, com a construção de um projeto com os jovens e para os jovens, pois só assim podemos fazer com que a política lhes faça sentido e que se desmistifique a ideia de que a política não é coisa de adultos: é de todos”.

"O que pretendemos é envolver as freguesias do concelho de Abrantes para que, também elas, façam parte deste projeto e se sintam, naturalmente, mais envolvidas", afirmou.

Nas palavras da presidente concelhia "este é um novo ciclo para a Juventude Socialista em Abrantes. Um ciclo que se pretende que faça sentido aos jovens, que os envolva mas que, acima de tudo, este seja um projeto com que se identifiquem, daí ser construído com eles e para eles. É neste desafio que coloco os melhores. É neste desafio que os desafiei também. Pretendemos que os jovens do concelho construam o seu próprio pensamento político e que, acima de tudo, saibam construir-se a si mesmos. Este é o nosso mote." 

O presidente da Federação Distrital da Juventude Socialista, Francisco Dinis, referiu que "estas eleições para a JS Abrantes são mais um reflexo do potencial jovem existente neste concelho. Uma equipa totalmente renovada soube assumir a responsabilidade de enfrentar os desafios e dar a cara na defesa dos interesses dos abrantinos. A Alexandra é, neste momento, a pessoa indicada para liderar este projeto e estou certo que, no curto prazo, as expetativas se traduzirão em confirmações". 

Para além da eleição de Alexandra Simão, a equipa conta como presidente da mesa da Assembleia Concelhia Eduardo Meireles, contando este com uma equipa composta por Catarina Grácio e Tiago Ricardo, também jovens abrantinos. 

O secretariado concelhio eleito é composto por Alexandra Simão, João Valamatos, Pedro Alves, Mariana Marques e Pedro Valamatos dos Reis.