TAGUS: Novos concursos abertos para apoiar agricultores do Ribatejo Interior

Sociedade 2019-02-06

A TAGUS – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior está a receber, desde o início do mês, candidaturas aos apoios do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR 2020), enquadrados nas medidas 10.2.1.2. Pequenos Investimento na Transformação e Comercialização de Produtos Agrícolas e 1.2.1.5. Promoção de Produtos de Qualidade Locais.

Em comunicado a TAGUS refere que a dotação orçamental destes dois concursos é de 370 mil euros e as candidaturas de projetos a implementar em Abrantes, Constância ou Sardoal podem ser submetidas até dia 15 de abril.

Lagares, adegas, produtores de compotas, fabricantes de produtos cárneos, entre outros, que pretendam modernizar e capacitar os seus negócios, podem encontrar apoio para o seu investimento, através da operação “Pequenos Investimento na Transformação e Comercialização de Produtos Agrícolas”. As candidaturas podem ir até aos 200 mil euros e o apoio será de 45 por cento das despesas elegíveis.

Nesta linha, é valorizada a transformação e comercialização de produtos agrícolas prioritários na Estratégia da TAGUS, tais como os provenientes do olival, os produtos biológicos, os frutos vermelhos e os hortofrutícolas. Também são majorados investimentos na eficiência energética e modelos de comercialização online, pode ler-se no comunicado.

Já a operação “Promoção de Produtos de Qualidade Locais” tem por objetivo apoiar a promoção e as políticas comerciais, que permitam induzir o consumo pela valorização dos produtos abrangidos por regimes de qualidade, como os de Denominação de Origem Protegida (DOP), Indicações Geográficas Protegidas (IGP), Especialidade Tradicionais Garantidas (ETG), Produção biológica e integrada, entre outras.

A comparticipação de projetos na 10.2.1.5., do PDR 2020, é de 50 por cento das despesas elegíveis para candidaturas até aos 200 mil euros ou 400 euros, no caso de parcerias de agrupamentos de operadores.

Por último, refere a TAGUS que esta medida destina-se a apoiar estudos ou pesquisas de mercado, com vista à definição de posicionamento do produto num mercado, estudos de caracterização da especificidade e qualidade do produto, elaboração e implementação de planos de comercialização ou marketing-mix e ações promocionais.