Pesquisar notícia
quinta,
05 ago 2021
PUB
Educação

Inaugurado parque infantil e de tempos livres na Escola de Bemposta (C/ÁUDIO)

16/04/2021 às 17:15
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Filipe Oliveira foi o cidadão de Bemposta que apresentou a proposta para a construção ou instalação de um parque infantil e parque desportivo no Centro Escolar daquela freguesia. A proposta foi aceite e entrou na votação do Orçamento Participativo de Abrantes em 2016. Como o centro escolar não tinha muito espaço para as crianças poderem dar asas e corpo às brincadeiras dentro do recinto o Filipe achou que seria uma boa opção a concretização desta ideia.

Em 2016 a proposta foi aprovada, mas ainda não tinha sido concretizada. O presidente da Câmara de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos, já tinha dito, e reafirmou esta sexta-feira, que quer ter todos os projetos dos orçamentos participativos executados antes do lançamento do próximo programa em 2022.

É que a autarquia aprovou uma alteração neste programa. Tornou-o bienal, sendo que nos anos em que não há Orçamento Participativo o valor (300 mil euros) é disponibilizado para um programa de apoio ao associativismo. Não para atividades ou eventos, mas para apoio a requalificação ou melhoria do património das associações. Ou seja, poderá ser para recuperar edifícios, telhados, viaturas que possam ser usadas no transporte de crianças e jovens no desporto. Há um conjunto de possibilidades que as associações de poderão candidatar até setembro.

Voltando ao Orçamento Participativo, a proposta do Vítor ganhou a vida que este pretendia esta manhã, dia 16 de abril. Os dos espaços foram inaugurados com a presença do presidente da Câmara de Abrantes e dos presidentes das Juntas de Freguesia de Bemposta, Manuel João Alves, e de S. Facundo e Vale das Mós, António Campos, cujas crianças estudam naquele centro escolar.

Num investimento de 46 mil euros as crianças passaram a dispor de um recreio mais atrativo e de um pequeno polidesportivo com relva artificial onde poderão praticar futebol ou basquetebol. É que como dizia o pequeno Tiago Martim Bogalho “antes só tínhamos as marcações no chão para jogar ao mata e à macaca” e que nos jogos podiam partir vidros ou estragar árvores.

Já a Yara Sofia Oliveira disse que desde que começou a pandemia não voltaram ao recreio habitual. E acrescentou que “amigo Manuel João [presidente da Junta de Freguesia de Bemposta] mandou fazer um portão muito giro para podermos ir jogar para o recinto das festas”.

E foram as crianças que fizeram o maior agradecimento por terem um espaço novo para a brincadeira.

Tiago e Yara, alunos

Filipe Oliveira, o proponente deste projeto ao Orçamento Participativo, afirmou que na altura [2016] as filhas tinham entrado na escola que estava muito despida de infraestruturas e surgiu a hipótese de fazer a candidatura. Foi feita, aprovada e está feita. “E melhor do que aquilo que eu esperava. E esta manhã, esta menina que está aqui [a filha] disse-me que finalmente iria poder jogar futebol na escola”, salientou o proponente do projeto.

Filipe Oliveira, proponente do projeto OP

O presidente da junta de freguesia disse que é a conclusão de uma obra de 2016 que felizmente está pronta e “há que enaltecer a qualidade destas infraestruturas”.

Manuel João Alves contou uma pequena história das crianças que estavam sempre a perguntar quando é que o campo estava pronto.

E depois acrescenta uma inconfidência de uma criança no dia 15, véspera da inauguração do espaço. “Amanhã tenho de vestir o fato dos ricos porque temos pessoas importantes e vamos inaugurar uma coisa muito importante”, disse o autarca para vincar a importância deste novo espaço.

Manuel João Alves, presidente JF Bemposta

Manuel Jorge Valamatos, presidente da Câmara de Abrantes, chamou os alunos para perto de si depois do ato formal de inauguração. E fez um cumprimento especial ao Filipe Oliveira que teve o condão de mostrar o que é a génese do Orçamento Participativo.
O autarca destacou o facto de uma parte da obra inaugurada não fazer parte do Orçamento participativo, mas que representa uma necessidade de continuar a haver investimento nas escolas do concelho.

Isto porque a proposta apresentada ao Orçamento Participativo tinha uma previsão de despesa de 12 mil euros e a intervenção agora inaugurada representou um investimento superior a 46 mil euros.

Aliás, Manuel Jorge Valamatos, destacou os investimentos feitos no Parque Escolar tendo referido a requalificação da Escola Otávio Duarte Ferreira [projeto de 830 mil euros que vai entrar em concurso público] e a intenção de avançar para a requalificação da Escola de Alvega. Neste caso será um investimento com recurso a fundos comunitários.

O autarca destacou a importância do programa Orçamento Participativo, que vai regressar em 2022, e frisou a vontade de, até lá, fechar todos os projetos votados e que ainda não ganharam corpo. E explicou que há alguns que estão com algumas complicações legais por necessidades de acordo com privados o que nem sempre é fácil resolver.

O presidente da Câmara disse que, no futuro, essa análise da execução das propostas apresentadas terá de ser feita antes da entrada dos projetos na fase de votação.

Manuel Jorge Valamatos, presidente CM Abrantes

Manuel Jorge Valamatos disse que tinha prometido “jogar à bola” com as crianças quando inaugurassem o polidesportivo e cumpriu. Equipado com sapatilhas chamou um grupo de alunos, a quem ofereceu uma bola de futebol e outra de basquetebol, e desafiou-os para uns pontapés e uns cestos. E no meio dos gritos da garotada mostrou que ainda “sabe” fazer um lançamento de dois pontos.

Agora são as crianças que vão desfrutar dos dois espaços. E o presidente da Câmara pediu aos alunos do centro escolar de Bemposta para “cuidarem do campo” para que os irmãos mais novos, no futuro, possam ali ter momentos de diversão nas pausas das aulas.