Ferreira do Zêzere: De 10 toneladas de pedra e 50 horas de dedicação nasce um presépio

Sociedade 2019-12-05
Créditos: Jorge Roberto
Créditos: Jorge Roberto

O presépio do Mourolinho não passa despercebido a quem passa pela respetiva aldeia, na freguesia da Igreja Nova do Sobral, no concelho de Ferreira do Zêzere.

Conhecido como “poeta”, Jorge Roberto é o responsável pelo nascer desta obra, que tem já mais de uma década.

Aos 58 anos, além de ser um autodidata na área da música, vive do trabalho na agricultura e é pedreiro. Mas é o pequeno e composto presépio que monta junto ao muro da capela de Nossa Senhora das Candeias que lhe dá mais gozo.

Com 10 toneladas de pedra e “50 horas de dedicação”, conforme diz, começa já a ser tradição nesta terra ver um presépio em que as imagens são esculpidas totalmente por Jorge Roberto, e em que “todos os materiais usados são naturais”, como é o caso das pedras e do musgo, e “recolhidos na região”.

Um presépio ao ar livre que todos os anos tem elementos novos e que pode ser visto na aldeia do Mourolinho por esta época.