Feira Nacional de Doçaria Tradicional de Abrantes volta ao centro da cidade

Concelhos 2018-09-28

Abrantes vai ficar mais doce entre 26 e 28 de outubro, no âmbito da 17.ª Feira Nacional de Doçaria Tradicional, que decorrerá no Largo 1.º de Maio, no centro histórico da cidade.

À semelhança dos anos anteriores, a Feira juntará no mesmo espaço uma grande variedade de doces de todo o país. Em estreia nesta edição do certame vai estar a doçaria antiga dos conventos de Lisboa, com receitas que contam com mais de 300 anos, juntamente com os doces já habituais: queijinhos do céu, cornucópias de Alcobaça, barriga dos monges, toucinho-do-céu, sericaia, bolo fidalgo, pão de rala, rançoso, morgado do Alentejo, malassadas e bolo lêvedo dos Açores, brisas do Tâmega, queijadas de S. Gonçalo, pastéis de Tentúgal, ovos-moles de Aveiro, pão-de-ló de Ovar e de Margaride e pastéis de Feijão de Torres Novas.

E porque não é só pelos doces que milhares de pessoas visitam a Feira Nacional de Doçaria Tradicional, acrescenta-se à receita outros ingredientes, nomeadamente música, oficinas de doçaria, animação infantil e atividades desportivas, como o passeio de BTT e a caminhada pelo Centro Histórico de Abrantes.

A Feira Nacional de Doçaria Tradicional, organizada pela Câmara Municipal de Abrantes, em colaboração com a TAGUS – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior, realiza-se em Abrantes desde 2002, com o “objectivo de promover e valorizar a rica doçaria tradicional e conventual de todo o país, colocando os doces tradicionais locais, factor crucial da economia local, junto de outros ícones portugueses".