Pesquisar notícia
segunda,
26 jul 2021
PUB
Covid-19

Casimiro Ramos é o novo presidente do Conselho de Administração do CHMT e Piedade Pinto é a Enfermeira-Diretora

7/06/2021 às 20:19
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Casimiro Ramos foi nomeado como novo presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT).

De acordo com uma nota oficial do CHMT desta tarde “por despacho conjunto de 04/06/21 da senhora Ministra da Saúde e do Secretário de Estado do Tesouro, foi nomeado para Presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Médio Tejo, Casimiro Francisco Ramos”.

Na mesma nota é nomeada para vogal executiva, com funções de Enfermeira Diretora, Maria da Piedade Dias Fernandes Pinto.

Os novos membros do conselho de administração iniciaram as suas funções no dia seguinte à nomeação e no primeiro dia de efetividade de funções, acompanhados por Carlos Gil, vogal executivo, e Ivone Caçador, diretora clínica, visitaram as três unidades hospitalares que compõem o CHMT, em Torres Novas, Tomar e Abrantes.

Ou seja, os novos elementos do conselho de administração do CHMT iniciaram funções esta segunda-feira.

Casimiro Ramos é natural de Arruda dos Vinhos. Nasceu em 1962 e é licenciado em Organização e Gestão de Empresas, sendo investigador na área de estudo dos comportamentos.

Foi vereador na Câmara Municipal de Arruda dos Vinhos, distrito de Lisboa, e deputado eleito pelo PS para a Assembleia da República nos governos de António Guterres e Durão Barroso, entre 1998 e 2002.

Foi professor coordenador da área das disciplinas ligadas às Ciências Empresariais no IADE.

Já Piedade Pinto é enfermeira especialista e desde 2017. É deputada na Assembleia Municipal de Abrantes, desde 2017, eleita pelo PS e é cronista na Antena Livre.

Recorde-se que Carlos Andrade Costa deixou, oficialmente, a presidência do CHMT a 18 de maio, tendo a confirmação sido feita, oficialmente, no dia 19.

Carlos Andrade Costa foi dirigir o hospital de Vila Franca de Xira e levou com ele dois vogais da direção do CHMT, entre eles a enfermeira chefe, que agora foi substituída.

Se o anterior Conselho de Administração era constituído por cinco elementos, ao que a Antena Livre conseguiu saber este, liderado por Casimiro Ramos terá somente quatro elementos, para já.

Constituído pelas unidades hospitalares de Abrantes, Tomar e Torres Novas, separadas geograficamente entre si por cerca de 30 quilómetros, o CHMT funciona em regime de complementaridade de valências, abrangendo uma população na ordem dos 260 mil habitantes de 11 concelhos do Médio Tejo, no distrito de Santarém, Vila de Rei, de Castelo Branco, e ainda dos municípios de Gavião e Ponte de Sor, ambos de Portalegre.