Pesquisar notícia
terça,
28 set 2021
PUB
Política

Autárquicas/ Constância: CDU apresenta candidatos aos órgãos autárquicos (C/ ÁUDIO)

28/06/2021 às 12:50
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Manuela Arsénio, de 50 anos, é a candidata da CDU a presidente da Câmara Municipal de Constância.

A apresentação dos candidatos aos órgãos autárquicos para as próximas eleições foram apresentados este sábado, 26 de junho, no anfiteatro dos rios em Constância.

No seu discurso, Manuela Arsénio começou por referir as razões que a levaram a aceitar esta candidatura. “Até há alguns meses, nunca ponderei ser candidata à presidência da Câmara Municipal de Constância”, começou por reconhecer a candidata. Foi “o sentido de missão e apelos diversos que conduziram a esta realidade”, que contou ainda com “o apoio de um vasto grupo de trabalho, bem como a força e motivação a nível familiar”.

Manuela Arsénio afirmou que as pessoas que integram o grupo da CDU têm “experiência, trabalho e mérito reconhecidos”.

A candidata afirmou que a CDU tem reforçado o número de apoiantes face às últimas eleições, “sendo esse um processo que ainda decorre e que só estará concluído no final de julho”. Não deixou, no entanto, de criticar o atual Executivo Municipal, eleito pelo PS, afirmado que “hoje, o que ocorre em Constância resulta, por um lado, do contexto mas, na grande maioria, de opções desadequadas e erradas”. Deu como exemplo o anfiteatro dos rios, onde decorreu a cerimónia de apresentação dos candidatos, dizendo ser um local “onde se está a gastar dinheiro num pavimento novo, deitando-se ao lixo o que estava em bom estado, não se investido, por exemplo, em melhores condições para se estar sentado neste anfiteatro ou numa solução de cobertura amovível que tornaria este espaço mais digno e notável”.

Outra das referências foi à ponte que liga Constância Sul à Praia do Ribatejo, que classificou como “um dos maiores estrangulamentos ao nosso desenvolvimento. Não deixaremos perder oportunidades de chegar ao poder central e fazer sentir as dificuldades que nos limitam e angustiam todos os dias”. Assumiu estarem “cá para trabalhar com decisões responsáveis e ponderadas” e, ao referir-se à equipa, falou de pessoas “profundamente conhecedora do nosso concelho, das suas gentes, dos seus anseios e necessidades”.

Como objetivos da candidatura, Manuela Arsénio falou de um plano de ação onde “teremos que ter propostas nas diversas áreas, como o desenvolvimento económico, a captação e fixação das famílias, a educação, a saúde, a ação social, a cultura, o desporto, o associativismo, o ambiente, o saneamento básico, a proteção civil, turismo, património, regeneração urbana, as acessibilidades e o urbanismo”.

A candidata comunista à Câmara de Constância acredita que vão “reorientar o leme”.

 

Carmen Silva é a mandatária da candidatura da CDU ao concelho

A surpresa da tarde surgiu na pessoa da mandatária da candidatura. Carmen Silva é atualmente deputada eleita na Assembleia Municipal de Constância pelo Movimento Independentes por Constância. Assume-se agora como mandatária da candidatura da CDU no concelho e começou por assumir que teme que “a sede de modernizar descaracterize Constância” pois, como afirmou, “modernização também tem que rimar com população, não é só rimar com betão e com alcatrão”.

“Uma Autarquia é um bem comum, é da comunidade e para a comunidade e é imperativo que se lute por alternativas políticas que garantam que o poder local não fique definitivamente refém do pode central e das suas prioridades”, disse.

Carmen Silva considerou que “Constância e os constancienses estão frágeis” e afirmou que “temos que remar em frente e contra a maré”.

No final do seu discurso, a mandatária apelou a que “não deixemos que seja roubada a identidade do concelho de Constância”.

Quanto às freguesias do concelho, é candidato à presidência da Junta de Freguesia de Constância, António Calhau.

É candidato à Junta de Freguesia de Montalvo, Álvaro Alves, e à Junta de Freguesia de Santa Margarida da Coutada, a CDU candidata António Pinheiro.

Júlia Amorim é a cabeça de lista da CDU à Assembleia Municipal.

O PCP foi poder autárquico no concelho de Constância desde 1985, com a coligação APU, e de 1989 a 2017, com a CDU. Nas eleições autárquicas de 2017, o PS venceu as eleições com maioria absoluta.

A cerimónia de apresentação dos candidatos da CDU contou ainda com a presença de Rui Fernandes, membro do Comité Central do Partido Comunista Português.